quarta-feira, agosto 31, 2005

CRIMINOSOS DA DEMOCRACIA.

IN BLOGUE " AMICUSFICARIA"
" ... A bronca estalou recentemente, no Largo do Rato, com a chegada de 33 fichas para inscrição de “novos” militantes socialistas figueirenses, na sua grande maioria impregnadas de irregularidades.Desde logo, saltaram à vista dos serviços do Partido Socialista quatro fichas “repetidas”. Ou seja, os candidatos a militantes são os mesmos, mas aparecem, cada um, em duas fichas diferentes, que assinaram de forma diferente.Outro caso diz respeito aos proponentes dos novos militantes. As mesmas assinaturas – curiosamente pertencentes a duas funcionárias do PS Federativo – constam como proponentes únicas de 15 novos militantes. Mas há mais. As mesmas funcionárias assinaram ainda como “segundo proponente” mais 15 fichas de adesão. Ao que tudo indica, as referidas funcionárias limitaram-se a obedecer a ordens de um dirigente distrital.Outra curiosidade verificada pelos serviços foi a coincidência de moradas. Os mesmos três endereços postais da Figueira da Foz constam, aleatoriamente, em nove das fichas enviadas. Excluindo a hipótese de adesões familiares, resta a dúvida sobre a veracidade dos dados.A juntar a tudo isto, há ainda um rol de outras irregularidades “únicas”, como a do candidato a militante que, afinal, é menor de idade, as fichas com apenas um ou mesmo sem nenhum militante proponente, ou o desconhecimento dos titulares do envio da proposta para militante do PS.Outra particularidade deste processo diz respeito ao procedimento utilizado para tentar inscrever este novos militantes. As candidaturas foram carimbadas, avalizadas e ratificadas por um dirigente distrital socialista, mas nenhum conhecimento foi dado à secção figueirense do PS, numa clara violação dos estatutos do partido.Fica o relato do mau exemplo dado por uma “tendinite” figueirense, e a esperança de que estes processos não sejam prática corrente noutras secções do Partido..."

COMO ? IMPORTA-SE DE REPETIR ?

Batista coloca na sua página de candidatura que foi o responsável financeiro da Câmara de Coimbra nos mandatos de Mendes Silva, Eng.º Moreira e de Manuel Machado, e que por isso saberá como arranjar dinheiro para cumprir a promessa de arranjar € 20.000.000 para 5000 postos de trabalho, porém ...

Vitor Batista em entrevista ao Primeiro de Janeiro
" ... É simples. Se há algo de que não me podem acusar, é de desconhecer a realidade financeira da câmara. Eu fui director financeiro durante anos. Trabalhei com o Dr. Mendes Silva, com o Eng. Moreira e com o Dr. Manuel Machado, e com todos eles fui responsável financeiro. Executivos do PS e do PSD. Se me perguntar o que é que vai ficar para trás, ficam outras coisas para trás. É uma opção...".
De facto, ninguém pode acusar Baptista de ter conhecido bem a realidade financeira da Câmara de Coimbra, até porque no tempo em que os credores ligavam para a Câmara de hora a hora para poderem ser pagos era Baptsita o responsável finaceiro. Não se lembra, Dr. Baptista, da polémica que o envolveu com o ex-presidente da Câmara, Eng.º Moreira? Os funcionários, seus ex-colegas, aqui da CMC recordam-se bem disso!
Quanto ao Dr. Mendes Silva, é completamente falso que tenha sido responsável seja do que for. Foi técnico e apenas foi director com Manuel Machado e mesmo nesse caso, por pouco tempo.
Quis passar uma ideia falsa no sentido de ter sido o responsável máximo pela área financeira da Câmara de Coimbra desde o Dr. Mendes Silva até ao Dr. Manuel Machado, mas tal não corresponde à verdade.
Mas, independentemente de tudo, a forma como responde à pergunta como vai arranjar o dinheiro mostra bem que não faz a mínima ideia, que fala sem conhecimento de causa e sobretudo que é uma proposta/promessa de quem sabe que vai perder e por isso nunca vai ter de cumprir.

VAMOS RECORDAR ... A CO-INCINERAÇÃO...

incoerências que já se tornaram habituais . . .
in Diário de Coimbra, 2 de junho de 2000
Victor Baptista
" ... O anterior presidente da Assembleia da República, Barbosa de Melo, e os quatro últimos governadores Civis, Pedroso Lima, Carlos Loureiro e Victor Baptista, assinaram um docuemento que rejeita a forma como tem sido conduzido o processo da co-incineração " ... Discordamos frontalmente dos termos em que o ministro do Ambiente, José Sócrates, se propõe avançar com este processo...". Os subscritores do texto, intitulado"Discordamos" é esclarecedor.Victor Baptista responsabilizou o PS-Coimbra afirmando que " ... houve um silêncio prolongado do PS-Coimbra..." " ... expresso toda a minha solidariedade ao deputado Manuel Alegre e espero que os socialistas de Coimbra não se verguem, adiantou ...".
O Politicaehouse lamenta que o primeiro a vergar tenha sido precisamente Victor Baptista, bastando que José Sócrates tenha subido na hierarquia do aparelho socialista enquanto Secretário-Geral.
in Diário as Beiras, de 20 de Março de 2000
Luis Vilar
" ... Em souselas, o vereador do Ambiente do PS, Luis Vilar, dividiu por dez a sua revolta. " ... É um ataque inqualificável a Coimbra ..." " ... Co-incineração porquê, interroga ... ".

terça-feira, agosto 30, 2005

SERÁ QUE É ABSURDO??

São tantos os gurus da Economia que passam pelo Governo que eu fico espantado.


Um deles o ilustríssimo Doutor Cavaco Silva que ficou com fama de ser um verdadeiro ás da Economia.

Mas tantos outros nomes grandes por lá passaram. Que pela fama dos seus nomes, esperava-se que a economia portuguesa estivesse a vender saúde.

Mas não está.

As figuras ilustres apenas o são no papel dos seus escritos e nas palavras vendidas a peso de ouro nas suas palestras. Nestes truques de enganar pasmado, sabem as figuras ilustres fazer o truque do rei Midas.
Sabem os gurus da Economia e os grandes “empresários” do nosso país. Sabem-no tão bem, que trocam elogios em palco e negoceiam lugares, apoios e mordomias nos bastidores.

Mas o país tem que pagar o teatro.

Para isso, o Estado, assalta as micro, pequenas e médias empresas.
Sim. Escrevi ‘assalta’. Mas podia ter escrito ‘rouba’sem poder ser acusado de ter usado um termo de “mau tom”.
O estado rouba as MPME porque taxa os impostos (IRC e IVA) sobre os recibos em vez de recaírem sobre as facturas.

Parece um pormenor.

Uma coisa menor sem real importância.
Mas não é.
Vejam: uma empresa A vende um produto à empresa B;

passa factura em como entregou o produto por um preço X e a receber essa quantia a 30 dias (a maior parte das empresas só recebe a 90 dias, quando tudo corre bem);

o IVA recai imediatamente e o IRC também, sem que a empresa A recebesse nada da B;

ou seja, ficou sem o produto e ainda pagou ao Estado.


Claro que a empresa A pode não vender nessas condições, mas sujeita-se a não ter mercado.
Agora imaginem as empresas do senhor engenheiro Belmiro de Azevedo (que elogiou Cavaco Silva à pouco tempo), compram os produtos às pequenas fábricas portuguesas. Com prazos de pagamento nunca inferiores a 120 dias e preço super negociado mas acenam com as enormes quantias de encomenda e com a visibilidade dos produtos.
Nestas condições, como acham que fica a nossa Economia?
Pois fica como está, com tendência a piorar.
E os elogios em palco continuam com as negociatas nos bastidores.

Acham absurdo que os impostos taxados às empresas, seja sobre os recibos em vez de recair sobre as facturas?

VII Encontros Mágicos de Coimbra

Quem o diz são os nossos Vizinhos:
"...Quem já garantiu a presença no certame foi o fabuloso mágico Internacional, Dr. Vitor Batistini. Garantiu ao O Piolho da Solum que apresentará um número novo: Vai conseguir tirar da cartola 5.000 empregos !!! Não adiantando muito sobre o assunto, foi dizendo que apesar de ser um número espectacular, e que concerteza será do agrado de todos, é muito fácil, bastando apenas que lhe saia o próximo Euromilhões.
--
"Se o Luis de Matos consegue adivinhar os números do Totoloto, eu vou conseguir adivinhar os números do Euromilhões, vocês não acreditam, mas vão ver que é verdade", disse ao nosso blog..."




O Politicaehouse aproveita para felicitar o Blog e desejar-lhe felicidades aqui na Blogoesfera e será mais um vizinho a constar da nossa Galeria...

NUM FUTURO PRÓXIMO NINGUÉM QUERERÁ GOVERNAR O PAÍS, A NÃO SER OS MEDÍOCRES QUE SE QUERERÃO GOVERNAR A SI PRÓPRIOS!

QUANTO À CATEGÓRICA CONDENAÇÃO DE SARGENTO PIMENTA
FACE AO ACTUAL GOVERNO...

" ... A paciência, o lugar último de todas as virtudes bem que pode ser a maior das invenções humanas de luta e sabedoria face à irresponsabilidade e ao injusto de todos os dias...".
in, servidão humana, Huxley

PENSAMENTO DO DIA

Se Portugal não fosse Portugal, todos os portugueses seriam estrangeiros.

BOM DIA...

"O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente"

Autor: Gandhi , Mohandas

segunda-feira, agosto 29, 2005


SE OS PROFESSORES DO PRIMEIRO CICLO AINDA NAO SABEM UTILIZAR UM COMPUTADOR... Posted by Picasa

E QUE TAL PORTUGUES PARA TODOS? Posted by Picasa

SERA QUE ALGU�M ACREDITA NIESTA PROMESSA APESAR DOS 5 MESES DE GOVERNO ?? Posted by Picasa

O AUMENTO DO IVA PROVOCOU REDU��O NO CONSUMO E MAIS FECHO DE EMPRESAS  Posted by Picasa

ESTA PROMESSA LEVANTOU POLEMICA COM UMA EMPRESA DE SOFTWARE QUE NAO NECESSITA DE PUBLICIDADE Posted by Picasa

ESTE BLOG É DEMOCRÁTICO (Q.E.D.)

Pesei bem a hipótese de colocar este post.

Acho que não é fácil rebater um texto tão bem escrito.
O texto do companheiro Politicae, está escrito de uma maneira que tenho que me socorrer de Eça de Queirós (o que não é descabido fazê-lo dada a imagem do Parlamento do sec. XIX no topo deste blog) para o elogiar. Diria o nosso compatriota, que o companheiro possui uma «verve fumegante» num elogio que fez a Ramalho Ortigão numa das suas crónicas.
Assim estou eu, ainda a inalar a sua fumegante verve.
Mas já acordado o suficiente para discordar da ideia implícita e explicita do escrito.

Insisto na expressão ‘mau Governo’!
E apesar de saber que tem a opinião que é de “mau tom” avaliar agora o governo eu o farei.
Não será o pouco tempo de governo que me vai impedir, muito menos a péssima situação que o eng. José Sócrates encontrou que me fará parar.
Tenho-me como pessoa sensata e só ataco quando a coisa já passou muito o razoável.

Depois de uma campanha de propaganda muito optimista (exageradamente optimista apesar das cautelas lançadas pelos anteriores governos).

José Sócrates prometia, implicitamente, que iria utilizar muita criatividade para resolver os problemas sem sacrificar mais os contribuintes.
Mas só deu desilusões.
Começou logo no seu discurso de vitória, no final do dia das eleições. A arrogância a vir ao cimo e um discurso a lembrar outros políticos das épocas negras da democracia, ou da falta dela, adivinhavam outras desgraças.
Nos seus poucos 5 meses de Governo tomou logo como primeira medida aumentar o IVA. Para além de não cumprir a promessa de que não ia aumentar os impostos, veio, esta medida, na pior das alturas.

Pois a economia do país ainda não tinha saído do medo em investir, e já estava a ser martirizado com o aumento do imposto mais injusto – o IVA. Injusto por que não descrimina positivamente o contribuinte e arrasa quem quer apenas sobreviver.


Sei que pareço exagerado no tom, mas infelizmente até estou a ser bem comedido nas palavras.
Pois não ouvimos e lemos que as famílias portuguesas estão cada vez mais endividadas?
Mas para além destas tristes e negras noticias, contou-me um amigo, que é gerente num banco da baixa conimbricense, que nunca tinha visto tanta gente a pedir dinheiro para pagar a luz ou para comprar comida. Contou-me algumas histórias (protegendo as identificações) de pessoas, a maioria reformados, a chorarem para que lhes cedessem um empréstimo para sobreviverem.
Contou-me esse amigo que nunca tinha visto tanta desgraça em 30 anos de trabalho no banco.
Isto não é pouca coisa! Nem pode ser visto sob o olhar frio de analista político.

Hoje em dia, são as pessoas que se submetem às directrizes da economia e não a economia a encontrar soluções para as pessoas.

Apesar de partilhar a opinião do companheiro Politicae que não devemos premiar a irresponsabilidade de cidadania, também acho que o exemplo tem que vir de cima.
Mas qual é o exemplo que vem do Estado?

Lembro a imoralidade do ex ministro Campos e Cunha quando acumulou a sua pensão (por seis anos de serviço...) com o salário de ministro. E mais imoral foi a demagogia da supressão das reformas antecipadas a partir dos 55 anos no sector privado quando o ex ministro das Finanças recebe uma de 112 mil euros desde os 49 anos... E não venham com a importância da função e competência técnica, pois o Chairman da Reserva Federal (o banco central dos EUA) Alan Greenspan recebe 180 mil dólares por ano (cerca de 146 mil euros) de salário.
Comparamos o estado da economia dos EUA com a portuguesa?

Outra imoralidade, foram as nomeações de Sócrates que excederam as de Santana Lopes (que ainda assim não foram pequenas). Mas fico-me por aqui, neste tipo de critica.

Infelizmente, o eng. Sócrates não me surpreendeu.

A fórmula é por demais conhecida “ se falta dinheiro no Estado, aumenta-se os impostos. Se, ainda assim, não é suficiente para pagar a vassalagem à Europa nem dá para as mordomias dos pseudo políticos cortam-se as verbas para os ministérios.”

Meus amigos, há tantos livros apontando medidas concretas para salvar o país sem provocar esta sangria dos contribuintes. Mas ninguém quer tomar medidas para salvar Portugal.
Vejam o que acontece com os incêndios, todos os anos acontece esta catástrofe. Todos anos assistimos à pseudo impotência dos responsáveis. Todos os anos lemos as criticas, todos os anos encolhemos os ombros porque todos sabemos que medidas deveriam ser tomadas. Mas todos os anos sabemos que nada acontece.

Não é só!

Vejam a indignação deste nosso outro “bloguista”:

«Li, e não sei o que dizer. Ainda estou a reflectir, entretanto deixo aqui a pergunta para que pensemos juntos. Bem ou mal? também ainda não sei."Há três cientistas portugueses na lista dos 250 mais influentes investigadores em mais de 20 áreas das ciências entre 1901 e 2002, indica um relatório da norte-americana Thomson ESI."Até aqui tudo optimo. Brilhante sem duvida, e a destacar. Agora vejam:1. Este licenciado em Medicina e doutorado em Microbiologia é também director de investigação de primeira classe do Centro Nacional de Investigação Científica, em Paris.2. Outro dos cientistas citados é António Damásio, considerado como o mais influente investigador português da actualidade, tem obra feita na área da neurociência, o que já lhe tem valido diversos prémios internacionais. O autor de «O Erro de Descartes», que se naturalizou norte-americano, é doutorado em Medicina e dirige o departamento de neurologia e o Centro de Investigação da doença de Alzheimer da Universidade do Iowa.3. Carlos Duarte, que se naturalizou espanhol e trabalha no Instituto Mediterrânico de Estudos Avançados da Universidade das Ilhas Baleares nas áreas da Biologia e Botânica, é o outro investigador de origem portuguesa referido no documento da Thomson ESI.O QUE É ISTO ?????????? Alguém me explica...»
In http://portugalnomundo.blogspot.com/

Claro que não vamos colocar todas as culpas em Sócrates. Mas com tanto optimismo na sua campanha eleitoral confiaram, os eleitores, na sua criatividade para resolver as questões nacionais.

Que frustração!

Ainda continua a ser de” mau tom” achar que este é um mau Governo?

OLHÓ VILAR !!


Afinal Vilar não desapareceu . . .
Mea culpa.
Estava convencido que Luis Vilar havia desaparecido e que isso seria muito estranho, uma vez que quem o conhece afirma que nunca gozou férias muito longe de Coimbra durante anos e muito menos em pleno período de campanha eleitoral.

TIRO NOS PÉS: HENRIQUE FERNANDES ASSUME NÃO ESTAR PREPARADO PARA COORDENAR O COMBATE A INCÊNDIOS ?


O GOVERNADOR civil de Coimbra - Henrique Fernandes - chamado desde a madrugada de segunda-feira a coordenar o combate aos incêndios no distrito - foi nomeado há quatro meses e confessa ser «um caloiro» nesta área, para a qual não teve qualquer formação específica. Henrique Fernandes admite ser apenas «um generalista, com bom senso e dois olhos na cara» e não ter qualquer «formação técnica no domínio do combate aos fogos».

In Expresso

Como ? Pode repetir ? Como querem que as populações estejam tranquilas quando os responsáveis políticos confessam as suas impreparações ? Quando o Ministro nomeou os governadores-civis não sabia que essa era uma das já poucas competências que têm ?

Para Reflectir...

A indústria dos incêndios
A evidência salta aos olhos: o país está a arder porque alguém quer que ele arda. Ou melhor, porque muita gente quer que ele arda. Há uma verdadeira indústria dos incêndios em Portugal. Há muita gente a beneficiar, directa ou indirectamente, da terra queimada.

José Gomes Ferreira Sub-director de Informação

Oficialmente, continua a correr a versão de que não há motivações económicas para a maioria dos incêndios. Oficialmente continua a ser dito que as ocorrências se devem a negligência ou ao simples prazer de ver o fogo. A maioria dos incendiários seriam pessoas mentalmente diminuídas. Mas a tragédia não acontece por acaso. Vejamos:
1 - Porque é que o combate aéreo aos incêndios em Portugal é TOTALMENTE concessionado a empresas privadas, ao contrário do que acontece noutros países europeus da orla mediterrânica? Porque é que os testemunhos populares sobre o início de incêndios em várias frentes imediatamente após a passagem de aeronaves continuam sem investigação após tantos anos de ocorrências? Porque é que o Estado tem 700 milhões de euros para comprar dois submarinos e não tem metade dessa verba para comprar uma dúzia de aviões Cannadair? Porque é que há pilotos da Força Aérea formados para combater incêndios e que passam o Verão desocupados nos quartéis? Porque é que as Forças Armadas encomendaram novos helicópteros sem estarem adaptados ao combate a incêndios? Pode o país dar-se a esse luxo?
2 - A maior parte da madeira usada pelas celuloses para produzir pasta de papel pode ser utilizada após a passagem do fogo sem grandes perdas de qualidade. No entanto, os madeireiros pagam um terço do valor aos produtores florestais. Quem ganha com o negócio? Há poucas semanas foi detido mais um madeireiro intermediário na Zona Centro, por suspeita de fogo posto. Estranhamente, as autoridades continuam a dizer que não há motivações económicas nos incêndios...
3 - Se as autoridades não conhecem casos, muitos jornalistas deste país, sobretudo os que se especializaram na área do ambiente, podem indicar terrenos onde se registaram incêndios há poucos anos e que já estão urbanizados ou em vias de o ser, contra o que diz a lei.
4 - À redacção da SIC e de outros órgãos de informação chegaram cartas e telefonemas anónimos do seguinte teor: "enquanto houver reservas de caça associativa e turística em Portugal, o país vai continuar a arder". Uma clara vingança de quem não quer pagar para caçar nestes espaços e pretende o regresso ao regime livre.
5 - Infelizmente, no Norte e Centro do país ainda continua a haver incêndios provocados para que nas primeiras chuvas os rebentos da vegetação sejam mais tenros e atractivos para os rebanhos. Os comandantes de bombeiros destas zonas conhecem bem esta realidade. Há cerca de um ano e meio, o então ministro da Agricultura quis fazer um acordo com as direcções das três televisões generalistas em Portugal, no sentido de ser evitada a transmissão de muitas imagens de incêndios durante o Verão. O argumento era que, quanto mais fogo viam no ecrã, mais os incendiários se sentiam motivados a praticar o crime... Participei nessa reunião. Claro que o acordo não foi aceite, mas pessoalmente senti-me indignado. Como era possível que houvesse tantos cidadãos deste país a perder o rendimento da floresta - e até as habitações - e o poder político estivesse preocupado apenas com um aspecto perfeitamente marginal? Estranhamente, voltamos a ser confrontados com sugestões de responsáveis da administração pública no sentido de se evitar a exibição de imagens de todos os incêndios que assolam o país. Há uma indústria dos incêndios em Portugal, cujos agentes não obedecem a uma organização comum mas têm o mesmo objectivo - destruir floresta porque beneficiam com este tipo de crime. Estranhamente, o Estado não faz o que poderia e deveria fazer:
1 - Assumir directamente o combate aéreo aos incêndios o mais rapidamente possível. Comprar os meios, suspendendo, se necessário, outros contratos de aquisição de equipamento militar.
2 - Distribuir as forças militares pela floresta, durante todo o Verão, em acções de vigilância permanente. (Pelo contrário, o que tem acontecido são acções pontuais de vigilância e combate às chamas).
3 - Alterar a moldura penal dos crimes de fogo posto, agravando substancialmente as penas, e investigar e punir efectivamente os infractores
4 - Proibir rigorosamente todas as construções em zona ardida durante os anos previstos na lei. 5 - Incentivar a limpeza de matas, promovendo o valor dos resíduos, mato e lenha, criando centrais térmicas adaptadas ao uso deste tipo de combustível.
6 - E, é claro, continuar a apoiar as corporações de bombeiros por todos os meios. Com uma noção clara das causas da tragédia e com medidas simples mas eficazes, será possível acreditar que dentro de 20 anos a paisagem portuguesa ainda não será igual à do Norte de África. Se tudo continuar como está, as semelhanças físicas com Marrocos serão inevitáveis a breve prazo.
José Gomes Ferreira

Novo Director Regional do IPJ...de Coimbra - Drº João Paredes


Foto: Carlos Felício - membro do Blog Ponte Europa

As férias a terminar...


E os comentários a Reabrir...

sábado, agosto 27, 2005

NUM BLOGUE DEMOCRÁTICO CADA UM DOS ADMINISTRADORES TRANSMITE LIVREMENTE A SUA OPINIÃO

Por isso permito-me discordar do colega Sargento Pimenta em alguns pontos do seu último post "a estratégia muito própria de baptista"


Concordo com o essencial da análise feita por sargento pimenta, mas discordo, de forma absoluta, quanto ao facto de ter passado a ideia de que o actual governo mentiu e que governa mal e que isso também prejudica Baptista, sobretudo quando afirma que " ... As ultimas mensagens de propaganda politica são promessas que não inspiram a mínima confiança. Parecem os últimos slogans do seu camarada não cumpridor, o sr. Sócrates.O muito mau governo de Sócrates, também não abona a seu favor ... ".
Em primeiro lugar pode ser verdade que as mensagens políticas de Baptista não são de confiar, mas nada disso tem comparação possível com José Sócrates.

O governo PS está no poder há menos de meio ano e a única promessa que fez e que já assumiu não poder cumprir foi o não aumento de impostos, em especial do IVA. Porém à semelhança, aliás, de Durão Barroso e Manuela Ferreira Leite também a situação económica do país estava bem pior do que se esperaria e pior do que estava previsto ( de forma mentirosa) pelo orçamento de Estado de 2005.
Sabiam que Santana Lopes aumentou os funcionários públicos e Bagão Felix não previu no orçamento de Estado de 2005 esse aumento ? Claro que já sabia que iria deixar de ser poder, pois o orçamento de Estado de 2005 foi aprovado em Dezembro de2005, dissolvida que estava a Assembleia da República, e convictos que todos estavam da derrota social democrata nas urnas em Março de 2005. Por isso, fizeram um orçamento de Estado de mentira porque os"camelos"que seguiriam não seriam os mesmos!

Quanto ao juízo de opinião sobre o mau governo de Sócrates, a mim parece-me que é de mau tom tentar avaliar um governo com 5 meses de existência e com tantos buracos e grandes reformas para fazer.
Se a qualificação advém da contestação na rua, bom, isso até pode ser um bom sinal. Grandes reformas provocam convulsões. Ninguém gosta de perder as suas pequeninas conquistas. Como ninguém assume as suas responsabilidades de viver em comunidade e de ter responsabilidades enquanto cidadão. Não é só o Estado.

Mas, o facto é que esse mesmo Sócrates continua nas sondagens com maioria absoluta e Marques Mendes transformou-se numa decepção que nem oseu partido convence.

Por último, Baptista se tivesse brilho próprio não precisaria de depender do grau de popularidade do Governo.Lembro que Manuel Machado teve as suas maiores maiorias absolutas no tempo das maiorias absolutas de Cavaco Silva. O povo sabe distinguir a natureza do voto autárquico.

Mas, de todo o modo, se a popularidade do governo fossem assim tão determinantes, Baptista ganharia a Câmara de Coimbra, pois o PS ao nível nacional mantem-se entre os 42% e os 45%, ou seja,com maioria absoluta e o PSD nos 25%. No dia 9 de Outubro compararemos os resultados de Baptista com os do governo socialista, entre outras comparações.

É PRECISO TER LATA !


RETIRADO DO SITE DE CANDIDATURA DE VICTOR BAPTISTA

" ... Depois de três anos a inaugurar as obras que Manuel Machado deixou em curso e de mudar beatamente o nome à Ponte Europa, Carlos Encarnação prepara-se para manter o cargo... "

É preciso ter lata para invocar o nome de Manuel Machado quando toda a cidade sabe o que VictorBaptista dizia e diz do anterior presidente da Câmara de Coimbra.
É preciso ter uma ausência de vergonha para, quando interessa, poder usar a boa gestão autárquica anterior, quando todos sabem o que separa Baptista e Machado.
Ninguém ainda esqueceu, Dr.º Victor Baptista, o que o senhor disse do ex-presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado, como também há quem se lembre do tempo em que Baptista quis ir na lista como vereador e Manuel Machado não deixou, remetendo-o para o cargo de director financeiro da Câmara, apesar de por pouco tempo.

" ... Aliás, encarnação é um substantivo que o dicionário define como “preparação especial para colar loiça partida”, e não há outro nome melhor para a função... "

O nível do cabeça de lista socialista, Baptista, fica bem demonstrado nesta tirada que fez questão de colocar no seu site de candidatura. Quem não tem ideias para discutir, nem estatura para honrar a política como a arte de dar à comunidade o seumelhor e toda asua preparação, entra por estes caminhos da ofensa e do desprestígio da política e dos políticos.
É umapena. Só temos de lamentar.

sexta-feira, agosto 26, 2005

A “ ESTRATÉGIA” MUITO PRÓPRIA DE BAPTISTA:

1. Foi o primeiro a colocar os piores cartazes políticos;


2. A sua arrogância bateu todos os recordes (sobretudo com Soure e Figueira da Foz);


3. As primeiras sondagens apontaram a sua derrota;


4. A guerra com os órgãos de comunicação regional não o ajudaram nem o ajudarão na campanha;


5. A escolha da maior parte dos elementos da sua lista foi outro “tiro no pé” (sobretudo com a figura do sr. coronel);


6. A tentativa de convencer o eleitorado com uma sondagem só demonstra a sua insegurança (dado que as outras foram feitas por dois jornais de Coimbra);


7. As ultimas mensagens de propaganda politica são promessas que não inspiram a mínima confiança. Parecem os últimos slogans do seu camarada não cumpridor, o sr. Sócrates.


8. O muito mau governo de Sócrates, também não abona a seu favor;


9. A divisão de socialistas, em todo o concelho, aumenta a guerra contra Victor Baptista;


10. A sua falta de tacto e a enorme falta de carisma ajudam ainda mais a sua derrota.

IRRITADO PORQUE A COISA NAO ANDA Posted by Picasa

BATISTA dá publicidade ao Politicaehouse

Página on-line do candidato Vitor Batista tem duas caixas com "Ditos" e "De mal a pior" onde dá voz a alguns Blogues, com destaque para o Politicaehouse.
Agradecedemos, desde já, a publicidade Gratuita do candidato Vitor Batista, comprovando mais uma vez que se trata de um Blogue imparcial, constituído por Socialistas, Social Democratas, Bloquistas e independentes.
Sobre o mesmo assunto já houve administradores que colocaram posts com conteúdos absolutamente opostos, e a isto chamamos DEMOCRACIA.
De qualquer modo, é importante que Vitor Batista recolha do Blog Politicehouse a opinião maioritária, e essa é lhe completamente adversa, como também é útil que Batista não retire fora do contexto parágrafos. É que dos parágrafos que retirou, passa ou pode passar uma ideia incorrecta: No caso da Mega Sondagem Comentada, todos os posts vão no sentido de que a sua derrota será marcante...

P.S.- Agradecemos porém que sempre que a candidatura Socialista queira tirar textos do nosso Blog, que publicite a fonte…

quinta-feira, agosto 25, 2005

Já temos Batista ou Baptista on-line...

Aqui está a tão ambicionado site do nosso candidato Socialista: http://www.victor-baptista.com.pt/
o POLITICAEHOUSE apenas alerta a equipa de marketing que se decidam entre o C e o P de Victor Baptista, o povo de Coimbra acaba por ficar atrapalhado e a pensar que existe mais que um candidato...


Assim vai o Distrito...

http://diario-da-bruxinha.blogspot.com/ Posted by Picasa

LIGADURAS PARA ESCONDEREM ASNEIRAS Posted by Picasa

quarta-feira, agosto 24, 2005

Mais uma Batistada!

Não há nada a fazer. Batista é como é e
burro velho já não muda.
Lemos hoje com surpresa um comunicado pago pela federação distrital do PS lamentando os incêndios (ok. todos nós lamentamos) e responsabilizando o Presidente da Câmara, Carlos Encarnação, por estar a falar sobre eles a partir da Madeira, onde se encontrava quando foi surpreendido pelo sucedido.
Vitor Batista, o candidato populista que o PS escolheu para candidato à Câmara de Coimbra, em mais uma atitude do mais populista e intelectualmente desonesto que há, acusa Carlos Encarnação de estar na Madeira quando deflagrou o incêndio em Coimbra e por ser responsável por não limpar as zonas ardidas.
Pois é. Sem prejuízo de haver alguma verdade na acusação de falta de limpeza, há duas notas importantes para assinalar.
1. Acusar o Presidente da Câmara de Coimbra de estar na Madeira e de ter comentado os incêndios de lá, é do mais baixo que a política pode oferecEr. É que não ouvimos Vitor Batista criticar o seu "querido" Primeiro-Ministro por estar no gozo de férias no Quénia, sem as interromper, quando Portugal ardia totalmente, nem sequer para os comentar de lá ;
2. Depois esqueceu-se Vitor Batista que os incêndios também chegaram a Condeixa e Soure, municípios que são geridos por socialistas ou por candidatos que nestas eleições concorrem pela cor rosa. E estes, senhor Batista, também não cumpriram o diploma 156/2004, também se esqueceram de limpar as matas. Também serão culpados ?
Vitor Batista não consegue deixar de ser um político sem estatura, nem preparação. Diz o que é mais fácil dizer, promete o que for preciso, tudo vale para ganhar mais alguns votos. Ele sabe que o seu pescoço depende do resultado que aqui tiver. Promete 5000 postos de trabalho, quando o seu governo diz que vai haver investimento zero no orçamento de Estado de 2006 e as autarquias vão ser proibidas de gastar. Promessas e mais promessas, mas infelizmente Coimbra conhece-o bem, como funcionários da Câmara de Coimbra e como gestor de empresas, que hoje, passam por grandes dificuldades.
Mas diga-nos Dr.Batista quais os coelhos que vai tirar da cartola, mas atenção,não basta esse passe de mágica, é preciso que explique como a vai fazer, senão ninguém acredita!

Mais um um Fogo a caminho...

A Serra da Boa Viagem está a arder...


Quanto terminará este pesadelo...

É triste vir de Férias e encontrar a cidade assim...













segunda-feira, agosto 22, 2005

domingo, agosto 21, 2005

E DESTA... TAMBÉM SE LEMBRAM ?

Fausto anunciado em breve.
O presidente da Concelhia do PS, Luís Vilar, aproveitou a conferência de imprensa para fazer o “ponto da situação” do processo de escolha do candidato autárquico a Coimbra. Um candidato que, cada vez mais, é definitivamente Fausto Correia. É que Vilar lembra que Fausto é presidente do gabinete autárquico da Concelhia, tendo manifestado “total disponibilidade para o combate político”, quando foi empossado. Para além disso, o vereador e líder concelhio sublinha que fala regularmente com o actual eurodeputado, que “sempre foi, é e será” o seu candidato, “da razão e do coração”. Neste contexto, o nome de Fausto esteve, naturalmente, à cabeça dos que foram discutidos, a 5 de Novembro, na última reunião da Concelhia. E – embora Vilar não o tenha dito –, certamente que foi o único a sair da reunião. Agora, só falta mesmo Fausto acertar pormenores – e ontem o Campeão das Províncias já diz o que é preciso – e obter a concordância dos órgãos distritais e do secretário–geral do PS. Ora, com Victor Baptista, líder da Federação, Vilar adianta que tem, também, falado com regularidade.
Quanto a Sócrates, que Vilar apoiou, o que Fausto parece não ter gostado, dados os precedentes do processo da co–incineração que se conhecem, o vereador e presidente da Concelhia remata: “Tenho, dele, completa liberdade e, até, apoio à forma como o processo tem sido conduzido”.

lol...in as beiras em Novembro de 2004

sábado, agosto 20, 2005

LEMBRAM-SE ?

Fausto diz que "...há muita gente a precisar de férias…"
FAUSTO CORREIA não gostou, nem um poucochinho, das declarações do líder da concelhia de Coimbra, sábado, sobre a co-incineração. “...Sobre essa matéria, a minha opinião é igualzinha à de Dezembro de 1998, ou seja, frontalmente contra a sua implementação em Souselas...”. Quanto a Luís Vilar, Fausto diz não ter recebido qualquer explicação acerca do alcance das afirmações ontem reproduzidas na imprensa. E, sublinhando que há três semanas decidiu manter-se “...equidistante...” da luta partidária em curso, no PS, conclui: “...Há muita gente a precisar de férias, a começar por mim, que vou agora uma semana a Bruxelas e estarei, depois, um mês no Algarve a recuperar de todas estas agruras...”.

recordem em :

http://www.asbeiras.pt/?area=coimbra&numero=16681&ed=26072004

quarta-feira, agosto 17, 2005


NOVO CARTAZ DE MR B. Posted by Picasa

FICHAS DE MILITANTES DA FIGUEIRA DA FOZ DÃO "BRONCA" EM LISBOA

Na Figueira da Foz tudo é possível
A sede nacional do PS devolveu cerca de 40 fichas de militantes do concelho de Figueira da Foz com várias irregularidades. De entre elas encontra-se a inscrição do mesmo militante duas vezes e de haver na mesma morada, por acaso em casa do deputado João Portugal, mais de 5 pessoas.
Há quem diga que " agora talvez se perceba como se ganham eleições no PS/ Figueira da Foz ! ".
E esta heim ?!

sábado, agosto 13, 2005

Na Figueira da Foz listas de Sarmento sem base de confiança do PS

LISTAS DE SARMENTO TÊM MENOS VOTOS QUE OS
VOTOS CONTRA E AS ABSTENÇÕES
Na sexta-feira, as listas de Vitor Sarmento, para a Câmara e Assembleia Municipal, não passaram sem aperto na reunião magna da concelhia, o que prova a manifesta falta de apoio dos socialistas ao candidato que constituiu a escolha da federação e da minoria concelhia.
Sarmento obteve 20 votos favoráveis, 15 contra e uma mão-cheia de abstenções.
Fragilizado, Sarmento apresenta uma lista completamente desconhecida, fraca, sem preparação autárquica para os desafios de uma Figueira do século XXI E sem peso ou notoriedade social.
A lista é composta por Sarmento, Paz Cardoso, Aida Cardoso, António Tavares e Nogueira Souto.
Para a Assembleia Municipal, Natércia Crisanto, 3.ª escolha, depois das recusas de Carlos Beja e Melo Biscaia, não pode estar muito satisfeita. Impôs Victor Jorge, candidato de há 4 anos, para segundo da lista, querendo excluir Victor Cunha, lider da concelhia. Como esta proposta não obteve apoio da comissão Políica Concelhia, foi deixado na sua total responsabilidade e do candidato, em conjunto com a federação a composição da lista para a Assembleia Municipal.
Muito calados têm estado os autores morais da escolha de Vitor Sarmento: João Portugal, hoje deputado, Paredes e CarlosMonteiro mal se têm feito sentir, passando a ideia de que já perceberam o caminho da fraca candidatura do candidato inventado com o único propósito de impedir Luis Marinho de o ser, procuram, agora afastar-se lentamente do resulados.
É nisto que se transformou o PS.
Só que, desta vez, quer na Figueira da Foz, quer em Coimbra nada passará sem que se tirem todas as conclusões, quaisquer que sejam os resultados.
Se Batista e Samento perderem a única e exclusiva responsabilidade será imputada ao president da distrital rosa e respectivo president concelhio, Luis Vilar, e na Figueira ao Presidente da distrital e a João Portugal, Carlos Monteiro e Paredes.

quinta-feira, agosto 11, 2005

Fernando Silva não pode ser Director de Departamento

Director de Departamento dos Recursos Humanos não pode ocupar o lugar para o qual foi nomeado
Fernando Silva, Director dos Recursos Humanos da Câmara de Coimbra não podia ter sido nomeado Director de Departamento, pela simples razão de que não é licenciado.
A Câmara de Coimbra já havia solicitado parecer jurídico à CCDRC, porém ele não era conclusivo, uma vez que havia discordância entre juristas na CCDRC.
Voltou a ser pedido novo parecer, emitido pela CCDRC no final de Julho, que é claro: Fernando Silva não é recrutável para o cargo de Director de Departamento, pois não possui os requisitos gerais, o que fará de qualquer requisitos especiais solicitados para o provimento do cargo ?
In factum, Fernando Silva nem licenciado é, auferindo uma remuneração de cerca de € 2700/mês, a que acresce um suplemento de representação de cerca de mais €300. Ou seja, Fernando Silva tem vindo a ser remunerado com cerca de €3000/mensais, sem ter habilitação e/ou experiência para o lugar. As informações que nos chegaram dizem-nos que Fernando Silva nem frequência Universitária teve.
O politicaehouse pergunta se Fernando Silva vai devolver o dinheiro que indevidamente recebeu da Câmara Municipal de Coimbra, sobretudo porque sendo ele dirigente do serviço de Recursos Humanos, é também responsável financeiramente pelo erro.

O que eu sei nas Férias...

CÂMARA MUNICIPAL DE COIMBRA A BANHOS…OU A SAQUE!

Qualquer cidadão que não tenha optado por se dirigir a outras paragens no mês de Agosto e que, por infortúnio, tenha algum assunto a tratar na Câmara Municipal irá certamente deparar-se com um cenário que apenas se julgava ser possível numa república das bananas.
Segundo soube o politicaehouse, as chefias da maior parte dos serviços da CMC decidiram ir de férias em Agosto, deixando os serviços da edilidade abandonados à sua sorte.
Assim, por exemplo, se o referido cidadão pretender tratar de assunto relativo à área financeira constatará que se encontram de férias o vereador, João Rebelo, o director municipal, Arménio Bernardes, o director de departamento e os chefes de divisão; se a questão a tratar for jurídica verá que se encontram a banhos a directora do gabinete jurídico e a chefe de divisão; já se o assunto for de índole cultural, perceberá que estão de férias o vereador, Mário Nunes, o director de departamento e os chefes de divisão.
Já agora, deixamos a seguinte pergunta ao Dr. Encarnação: se os serviços da CMC são geridos desta forma, porque não fechar as portas e deixar um papelinho dizendo “voltamos já”?

Assim vai o Distrito...

VILAR NÃO FOI CONVIDADO. MANIFESTOU VONTADE EM FICAR.

AI SIM ?

" ... Baptista respondeu que Luís Vilar «é o presidente da concelhia, manifestou o desejo de permanecer [como vereador] e, portanto, não há problema nenhum»..."

in diário de Coimbra

OUTRA MANEIRA DE VER

As questões ideológicas, até podem não ser muito importantes quando falamos do governo de uma Autarquia.

Mas tenho reservas a esta posição, se pensarmos que na governação está sempre implícita uma selecção de assuntos a dar ou não ênfase, conforme critérios ideológicos.

Assim, não é surpresa que o Sr. Gouveia Monteiro tenha escolhido uma actividade com forte cariz social. Afinal o seu partido faz propaganda à importancia sobre os assuntos sociais (é certo que nunca vi este interesse na antiga União Soviética, China, Cuba, ou noutro qualquer país Socialista ou Comunista...mas enfim!).

Eu disse 'escolheu'porque assim aconteceu.
Foi necessário a eleição de uma lista de direita (que é tão propagandeada, pela esquerda, como fascista, anti democrática e outras asneiras políticas)para que o, comunista e representante da CDU, Sr Gouveia Monteiro pudesse mostrar o que valia. Mas confesso que não vi grande trabalho por parte do dito Vereador, para o também poder felicitar como o colega (POLITICAE) que escreveu o texto « GOUVEIA MONTEIRO FOI O MELHOR VEREADOR DA COLIGAÇÃO ».
Pois tenho dúvidas que o Sr. Vereador tenha feito o levantamento das famílias carenciadas do Concelho (conforme se propôs e que sei que o não o fez); os usufruidores das casas sociais não me parecem (na sua maioria) carenciados...

Mas não ponho em dúvida a honestidade de Gouveia Monteiro.
Quero, até, reforçar o meu testemunho da sua postura recta e extremamente séria.
Um homem verdadeiramente às direitas (para ele deverá ser salvo seja)!

Entendo apenas que, concerteza, não teve um apoio nem do aparelho do partido nem verdadeiramente dos seus mais próximos colaboradores.
O que não o ilibe de culpas,pois a um Vereador também cabe o papel de liderança e a falha do Vereador aqui é crassa e por demais visível. Pois não resolveu estes problemas.

Parece-me, assim, muito exagerado o elogio ao trabalho e competência do Sr.Gouveia Monteiro, quando temos um discreto Vereador que trabalhou muito mais e mais apoios conseguiu para desenvolver a sua Veração o Sr. Mário Mendes Nunes.
Superando as expectativas, após conhecimento da lista (ainda antes da votação), mas que soube e resolveu bem as questões :
como o da inicial falta de apoio do pessoal da Casa da Cultura (desde o seu director à secretária);
das questões dos grupos de teatro; até à falta de consideração que todos os políticos devotam à Cultura.

Ainda assim o Vereador Mário Nunes conseguiu recuperar algumas colectividades que estavam moribundas (localizadas nas freguesias fora do centro urbano); alargou as acções culturais para fora da reserva urbana (Coimbra não é só a Alta e a Baixa) e ainda conseguiu apoiar mais publicações com uma verba mais reduzida do que a anterior lista Autárquica do Sr. Manuel Machado.
Mas basta ficar por aqui, por agora.
Resta-me, com o meu comentário discordante, testemunhar o carácter verdadeiramente democrático deste blog.

Abraços verdadeiramente democráticos.

BATISTA CONTINUA SURPREENDENTE.

" sou capaz de ter surpreendido"

Victor Baptista considera que as suas escolhas reuniram um conjunto de candidatos com «alguma experiência autárquica e grande capacidade técnica e profissional». «Sou capaz de ter surpreendido», orgulha-se Baptista das alegadas qualidades dos nomes escolhidos.
Definitivamente Batista voltou a surpreender, mas pela negativa, onde só o nome de Fernanda Maças é de facto uma mais-valia autárquica.
" ... Baptista apresenta o seu número dois como «um homem que tem tido uma intervenção a vários níveis», exemplificando com o facto de Álvaro Seco ser dirigente da Associação de Amigos da Margem Esquerda ..."
Coronel Álvaro Seco tem tido uma intervenção a vários níveis? Ai sim ? Onde que não demos por isso. Preside a uma Associação fantasma, cujo planod e actividades é de uma pobreza franciscana. Não tem uma intervenção política forte, sequer para puxar pela falada "margem esquerda". Foi vereador na década de 80 no mandato de Mendes Silva. E daí? Isso dá-lhe experiência autárquica ? Coimbra não é mais aquele concelho da década de 80 e hoje os munícipes estão mais exigentes. Já agora que mais valia técnica e profissional tem este militar da GNR numa Câmara com os desafios da de Coimbra, em pleno século XXI ?
" ... Para quinto lugar da lista, Baptista escolheu uma figura que não tem poupado críticas às sucessivas equipas que têm governado a Câmara de Coimbra. Mesmo quando esta gerida pelo PS, a dirigente do Sindicato dos Têxteis do Centro Fátima Carvalho fez ouvir a sua voz contra a alegada passividade do poder municipal em relação a interesses imobiliários que, em sua opinião, explicavam muitas dos processos de falência em empresas do concelho. «Fátima Carvalho corporiza o combate em defesa do emprego. É uma pessoa com ideias próprias e, agora, vai ter oportunidade de continuar a defender aquilo que sempre defendeu»...".
E o facto desta sindicalista ter lutado, como centenas de outros no país, pela manutenção dos seus postos de trabalho, isso dá-lhe imediatamente experiência autárquica, isso torna-a preparada para decidir e fazer trabalho no crescimento e desenvolvimento da cidade e do concelho ? Isso faz dela uma mulher preparada para ser vereadora? Então, pelas mesmas razões, também o seriam Mário Nogueira e tantos outros.
Já agora pergunta-se como convive Batista bem com uma sindicalista operária, de todo o mérito na sua área, ou seja, os texteis, com a posição de patrão, sócio-gerente, de empresas que despediram trabalhadores e que também estão a abrir falência ?
" ... O sexto lugar da lista do PS ainda está em aberto. Baptista diz ter várias hipóteses, adiantando apenas que vai ser ocupado por alguém de S. Martinho do Bispo. «É uma freguesia importante, com um número de eleitores significativos ... "
O problema não se chamará Carlos Cidade ?

quarta-feira, agosto 10, 2005

FIGUEIRA APROVA LISTAS DO PS SEXTA FEIRA



VICTOR SARMENTO JÁ TEM CABEÇA DE LISTA À ASSEMBLEIA MUNICIPAL.
DEPOIS DE ALGUMAS RECUSAS, VOLTOU À IDEIA INICIAL: NATÉRCIA CRISANTO
Sarmento escolheu Natércia Crisanto, na semana da aflição dos prazos.
Natércia Crisanto foi vereadora do PS no último mandato e algumas vezes foi um dos rostos da oposição a Duarte Silva, apesar de o elogiar também algumas vezes em plena sessão de Câmara Municipal.
Criticada várias vezes por João Portugal e Paredes como fazendo uma oposição branda, é agora a escolha do "seu" candidato, Victor Sarmento, para encabeçar a lista socialista à Assembleia Municipal.
Resta perguntar ao deputado João portugal se mudou de ideias e de opinião sobre a ex-vereadora?

HABEMUS LISTA DO PS

CÂMARA MUNICIPAL

1. Vitor Batista
2. Coronel Álvaro Seco
3. Fernanda Maças
4. Luis Vilar
5. Fátima Carvalho
6. Carlos Cidade ?
7. Rodrigo Maia

A única presença que merece a nossa confiança é a Fernanda Maças, especialista em questões urbanísticas e que concorre directamente com o social democrata João Rebelo.
Quanto ao Coronel da GNR Álvaro Seco é com grande admiração que o vemos no lugar de Vice-Presidente. Se o compararmos ao candidato a Vice-Presidente do PSD, Eng.º Pina Prata percebemos que a diferença é gigantesca.
Álvaro Seco é um militar da GNR reformado ( Coronel da GNR na crise Académica ), não acrescenta nada, assim como não vislumbramos que pasta poderia assumir a não ser a da Polícia Municipal. Hoje as exigências autárquicas, cada vez maiores, porque somos todos também mais exigêntes que os nossos concidadãos da década de 80, não se compaginam com figuras que nada têm a acrescentar pela sua experiência ao trabalho de fazer crescer a cidade.
Fátima Carvalho é uma sindicalista que se destacou na luta pelo não encerramento das unidades fabris de texteis em Coimbra, operária, representa o pior dos populismo, pois o facto de ter sido conhecida por essa luta, a sua luta, isso não faz dela uma boa vereadora, como Sérgio Conceição, apesar de bom jogador e nascido em Coimbra, não seria bom vereador.
Temos uma curiosidade insanável: que pasta Fátima Carvalho teria ?
Quanto a Luis Vilar e Carlos Cidade representam o aparelho do PS no seu pior e não são mais-valias. São nomes que todos, de dentro da Câmara e de fora, bem conhecem.
Rodrigo Maia é um assistente do Politécnico de Tomar. Indicado pela JS. Desconhecido.


ASSEMBLEIA MUNICIPAL

1. Reis Marques
2. Martim Portugal
3. Isabel Vasgues
4. Vassalo de Abreu

Reis Marques ao ser escolhido para cabeça de lista põe a nu as dificuldades em encontrar um nome ao nível dos que têm presidido a este órgão municipal, numa cidade como Coimbra.

terça-feira, agosto 09, 2005

O DIÁRIO AS BEIRAS NOTICIA HOJE LISTA PROVÁVEL DE BATISTA

CÂMARA MUNICIPAL

O número dois, na lista para a câmara, será Álvaro Seco – coronel reformado, que foi também o número dois de Mendes Silva, na década de 80, e que presidiu à Junta de Santa Clara e lidera a associação Amigos da Margem Esquerda.
Ainda no elenco para o executivo, o destaque vai para a presença de três mulheres. De duas delas, o DIÁRIO AS BEIRAS apenas conseguiu saber que têm inserção socio–profissional forte, sendo que uma é farmacêutica, em Taveiro, e a outra é uma conhecida personalidade da área social. Outro nome, no feminino, que promete ser um “trunfo” forte é o de Fernanda Maçãs, jurista, ex–assistente universitária, especialista em Direito do Ambiente e do Urbanismo, com diversa obra publicada. Refira–se que Fernanda Maçãs é uma mulher com um trajecto de vida muito peculiar, já que se diplomou, inicialmente, em enfermagem, após o que cursou Direito, enquanto estudante–trabalhadora. Após a licenciatura, enveredou pelo mestrado e foi assistente de Joaquim Gomes Canotilho, após o que acompanhou Alves Correia, no Tribunal Constitucional. Entretanto, ingressa nos quadros do Banco de Portugal, como jurista, e tem uma passagem pelo Ministério do Ambiente, no tempo da ministra Elisa Ferreira.
A lista para a câmara poderá incluir também o actual vereador e presidente da Concelhia Luís Vilar e o assistente no instituto politécnico de Tomae, na área de engenharia electrotécnica, Rodrigo Maia – o nome indicado pela JS.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Na assembleia municipal, a grande novidade é a escolha de António Reis Marques, psiquiatra e ex–presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, que vai ser o candidato a presidente.
Outros nomes já garantidos são os dos docentes universitários Martim Portugal e Isabel Nobre Vargues.

Logo mais à noite o politicaehouse estará na reunião e relatará as escolhas possíveis de Vitor Batista.

De noticiado pelo diário As Beiras, indiscutivelmente o nome de Fernanda Maças é um bom nome para o executivo municipal. A questão que se coloca é saber em que lugar irá.
Isto é; é conhecida a simpatia socialista de Fernanda Maças, pelo que não admira a vontade em ajudar os socialistas, mas ir na lista em lugar claramente inilegível deixa de ser trunfo eleitoral.
É óbvio que Fernanda Maçãs seria ( será) uma garantia de qualidade, mas de que vale se o lugar não for dos cimeiros ? Seria sempre um nome para figurar nos primeiros 4.
A questão é também saber se Fernanda Maças aceitou ou aceitaria isso.
Depois, são, quanto a nós, inconciliáveis açguns dos nomes apresentados. Numa lista para o executivo onde pontificam Coronel Álvaro Seco, reformado e sem qualquer curriculum que constitua uma mais-valia autárquica, amigo pessoal de Vitor Batista desde sempre, Luis Vilar, que já mostrou o que sabe fazer e Fernanda Maçãs, a única que mereceria da nossa parte um voto de confiança, pelo curriculum, pela sua área de especialização, pela experiência, pelo seu passado.

Quanto à Assembleia Municipal, a confirmar-se Reis Marques para candidato a Presidente, fica demonstrada a dificuldade de Vitor Batista em encontrar um garnde nome que aceitasse o desafio de o seguir nesta candidatura.
Rui Alarcão foi convidado para o lugar e recusou, tendo de aparecer pelo menos numa pequena fotografia de fiscalização autárquica, que, estará convencido, nunca acontecerá pois para isso seria necessária a vitória socialista.

PS DE COIMBRA APROVA LISTAS AUTÁRQUICAS

POLITICAEHOUSE DIVULGA AINDA HOJE LISTA DE BATISTA

Hoje é o dia D para o candidato Vitor Batista.
Muito se tem falado sobre os sucessos e os inssucessos do candidato rosa à Câmara de Coimbra, mas, na verdade, só hoje é possível perceber se o candidato goza de credibilidade ou não junto dos opinions makers concelhios, sobretudo junto dos empresários, industriais, docentes universitários e cidadãos reconhecidos pelo seu valor.
Aguardemos então para tirar conclusões depois.

segunda-feira, agosto 08, 2005

GOUVEIA MONTEIRO FOI O MELHOR VEREADOR DA COLIGAÇÃO

Nas Eleições Autárquicas qual a diferença entre ser autarca do
PSD, PS, CDU, PP ou BE ?
Cada vez mais nos convecemos que nas eleições autárquicas, onde o poder-fazer está mais perto do cidadão eleitor e onde a capacidade de resolução dos problemas dos munícipes depende sobretudo do autarca, o peso atribuido aos partidos vai-se diluindo.
É por essa razão que cada vez entendemos menos que se invoquem razões ideológicas para fazer escolhas autárquicas.
Só quem não conhece a natureza do trabalho autárquico pode sonhar que essas diferenças de carácter ideológico-partidário são importantes, principalmente hoje em dia em que as diferenças entre os dois maiores partidos são cada vez menores e centram-se cada vez mais na atitude dos políticos-candidatos.
Ora, maus políticos há-os em qualquer quadrante. Já bons, são cada vez menos, cada vez se afastam mais da política e quando estão disponíveis, os mediocres cedo se apressam a eliminá-los. É a chamada luta pela sobrevivência.
No Governo do país sim, essas diferenças são importantes, mas no governo dos municípios o que conta é saber gerir bem, saber-fazer e fazer bem. Melhorar, dentro das competências das autarquias, a qualidade de vida dos cidadãos.
Por isso entendemos justo aplaudir, quanto a nós, o melhor vereador da coligação na Câmara Municipal de Coimbra, Jorge Gouveia Monteiro.
Parabéns ao verdadeiro vereador-empreendedor.

MAUS ELEITORES FAZEM MAUS POLÍTICOS

A todos os eleitores frustrados com a política:

Devo dizer que têm toda a razão pela indignação!

Não é fácil acreditar nas promessas dos políticos. Pelo menos dentro do sistema que vivemos hoje.
Não me refiro ao sistema democrático, que acaba mesmo por ser o melhor dos piores sistemas, refiro-me à falta de honestidade dos políticos que se nos apresentam.
Também não me refiro à qualidade das pessoas que se apresentam como candidatos. Não é pelo facto de um individuo seguir uma carreira política, que me merece menos credibilidade.

Por oposição:
acham que um bom médico dará um bom ministro da Saúde?
ou um bom professor terá as melhores qualidades para decidir sobre prioridades no ministério da Educação?

Desculpem a veemência, mas respondo NÃO a estas perguntas.
Não concordo que um bom médico dê um bom ministro da Saúde nem um bom professor resulte num bom ministro da Educação. E isto porque as funções profissionais nada têm a ver com as funções a desempenhar por um ministro (ou qualquer outro cargo político) esta maneira de pensar é defendida por Murphy.

Um político tem que defender interesses mais abrangentes do que os profissionais. Assim veriamos o ministro médico a defender posições mais vantajosas para a sua classe e menos para a do país.Ou o professor a criar sistemas menos isentos para a Educação. Por exemplo.

Não!

Só alguém mais afastado pode ver os problemas por inteiro.

Não quer dizer que os políticos não deverão ter profissionais bons do seu lado como conselheiros. Deverão ter, e burros são se não o optarem assim.

O que me faz ser solidário com as pessoas frustradas com a política não é a carreira que os políticos possam fazer mas é a falta de honestidade nas promessas dos seus manifestos eleitorais.

Volto a pedir desculpa, mas entendo que se deveria pedir responsabilidades a um político por não cumprir o prometido em manifesto.
Entendo até que é razão para o(a) sentar no banco dos réus em tribunal!
Porque não?
Se podemos pôr uma empresa em tribunal, porque o produto ou serviço não cumpriu as expectativas criadas no consumidor. Então não podemos levar um político a tribunal porque defraudou as expectativas.

Não estou a brincar!

Entendo que com uma série de regras e normas deveria ser possível levar um político a julgamento.Se não conseguio levar à prática determinado programa eleitoral deverá explicar em tribunal. E isto deveria ser feito, assim quisessem os eleitores que num grupo de tantas pessoas considerasse incorrecta a atitude do visado. Reforço a ideia das normas e da correcção para este julgamento que não seria feito à luz da ideologia partidária mas só e exclusivamente ao confronto entre o manifesto eleitoral e a prática governativa.


E se pelo menos 60% das promessas não fossem cumpridas, o visado deveria ser totalmente arredado da política.

Claro que esta prática obrigaria a investimento de atenção e tempo a todos os eleitores.
Será que haveria muita gente a dispôr desta atitude de cidadania?

Pois aqui tenho dúvidas e espero que me engane. Mas os eleitores não cumprem na sua totalidade o seu dever de cidadania. Podem votar (cada vez menos são os que votam) e mesmo os que votam, a maioria, não se dá ao trabalho de ler os programas políticos e votam nas caras que aparecem mais vezes nos meios de comunicação.


Conclusão : cada povo tem os políticos e o governo que merece.

Se continuarmos a desistir de intervir na política aumentamos as hipóteses dos políticos serem cada vez mais corruptos.
Façamos o contrário, cada vez que achamos a coisa pior arregaçamos mangas e partimos à luta para melhorar.
Ou é mais fácil falar do que fazer?
Fica a pergunta no ar.

domingo, agosto 07, 2005

CANDIDATO SOCIALISTA TAMBÉM VAI DE FÉRIAS

O candidato socialista à Câmara de Coimbra vai a banhos para Mira, quem sabe ajudar o seu candidato Reigota. Se não pode fazer mais nada pela sua candidatura, a não ser esperar o veredicto dos munícipes de Coimbra, pode ser que em Mira a sua respeitabilidade seja maior e ajude Reigota a reconquistar o município.
Mais uma vez as más linguas dizem que mesmo em Mira a batalha socialista será muito difícil.
Se é verdade que o ex-presidente da Federação, Luis Parreirão, teve uma derrota avassaladora no distrito em 2001, não é menos verdade que a teve com muitos dos actuais recandidatos, aliás, apoiantes de Batista na contenda distrital, pelo que parece que o presidente dos socialistas de Coimbra, Vitor Batista, concordou, no essencial, com as candidaturas de 2001, já que recandidata alguns ex-derrotados e a ver vamos como se comportarão as suas novas escolhas, algumas em rotura com muitos socialistas, constituindo-se como apostas exclusivamente suas.

sexta-feira, agosto 05, 2005

NO FINAL DE AGOSTO DIVULGAREMOS OS RESULTADOS DA NOSSA SONDAGEM.

O Presidente da Concelhia do PS, Luis Vilar, afirmou que um cão com uma bandeira do PS no "traseiro" tem sempre 30%.

Há algum tempo atrás, colocámos uma sondagem a correr, on-line.
Iremos divulgar os seus resultados no final de Agosto.
Depois compararemos com os resultados das eleições e veremos se estivémos muito longe da verdade.
Por isso, quem ainda não votou, aproveite.

BOAS FÉRIAS.



O Politicaehouse anuncia que os comentários nos próximos 8 dias não poderão ser feitos. É que a maioria dos elementos do politicae vão de férias, assim sendo quando voltarmos, se verá em que condições os comentários continuarão.

Boas Férias para todos os que ainda as não tiveram.


Mas até lá será descanso...

quinta-feira, agosto 04, 2005

Sem palavras...



PEDIDO DESESPERADO DOS CANDIDATOS � CMC Posted by Picasa

PORTO TEM OUTRO TIPO DE CANDIDATOS E O ESTADO DE DESENVOLVIMENTO DAS REGIÕESCOMEÇA ANTES DE TUDO PELO NÍVEL DE POLÍTICOS QUE TEM A LIDERÁ-LAS

Francisco Assis vai criar pelouro da Ciência

O candidato do PS à presidência da Câmara do Porto, Francisco Assis, prometeu criar um pelouro de Ciência, Investigação e Inovação caso seja eleito em Outubro.Em comunicado, a Comissão de Candidatura de Francisco Assis refere que o compromisso foi assumido num debate sobre ciência, em que o candidato socialista defendeu o estabelecimento de parcerias entre a autarquia e os centros de investigação da cidade.“A autarquia deve prestar o máximo de informação possível aos cidadãos e não se limitar a utilizar a tecnologia para difundir propaganda política de má qualidade como, por exemplo, acontece hoje em dia com o ‘site’ da Câmara do Porto”, sublinhou o candidato.Francisco Assis garantiu que a ciência será “um dos vectores fundamentais” do seu programa eleitoral, pretendendo dotar o novo pelouro “de todos os meios necessários para que possa desempenhar as suas funções”.
Rio “incomodado” com a cidade

Entretanto, no dia 2, na inauguração da sua sede de candidatura, situada próximo da Casa da Música, Francisco Assis classificou o estilo e a linguagem de Rui Rio como de alguém que se “sente incomodado com a cidade” e “impróprio para um presidente da Câmara do Porto”. Francisco Assis lamentou que Rui Rio não tenha revelado qualquer projecto ou ideia novos na recente apresentação da sua candidatura, acusando ainda o candidato da coligação PSD/CDS/PP de estar a recorrer a um discurso de “vítima constante de conspirações” como “encenação ao serviço do cálculo político”.Segundo o candidato do PS, “quando Rui Rio se diz perseguido pela Comunicação Social, está na verdade a fazer sobre ela uma pressão directa, uma intimidação encapotada, para retirar dividendos futuros”.Por outro lado, Francisco Assis comprometeu-se, caso seja eleito, a introduzir alterações no Plano Director Municipal (PDM) do Porto, de forma a transformá-lo num “documento com ambição”.

BOM DIA...

"Agir é acreditar"

Rolland , Romain

Vilar a Banhos no Algarve...

A 12 dias da entrega de Listas, Vilar foi para Férias, dizem as más Línguas, aborrecido com Vitor Batista.

Ouvimos dizer que Luís Vilar não anda propriamente satisfeito com o seu camarada Vitor Batista, é que parece que o candidato socialista não o quer nas lista da Câmara Municipal, mas Luís Vilar apesar de ir dizendo o contrário não parece disposto a abdicar do seu posto, assim, num gesto pouco comum abandona o Barco para ir a Banhos ( nem esperou para marcar presença na festa da Federação na Tocha).
O facto não seria estranho se o protagonista não fosse Luís Vilar, é que o Presidente da Concelhia do Ps de Coimbra, não têm por hábito gozar férias, e muito menos em épocas pré eleitorais.

Mas isto tudo pode ser que seja fruto apenas da má língua...

quarta-feira, agosto 03, 2005

UM TIRO DE SORTE???

17 de Setembro, em Coimbra, o PS irá realizar uma Convenção Nacional Autárquica, onde serão apresentados todos os candidatos socialistas às eleições, em que o secretário-geral do PS irá estar presente.

Nem tudo corre mal nas hostes socialistas...de Coimbra...

Será????????

Será que é verdade que o Presidente da Câmara está a mexer-se , agora, com mais afinco, para que, ainda antes das eleições de Outubro, faça rebentar na Figueira uma " bomba"?E essa bomba será o campo de golf!?Que o Engenheiro Duarte Silva tem andado ultimamente muito em Lisboa, é certo, que tem andado por departamentos ministeriais, também parece que é certo.Mas para quê?Há que esperar...

quem nos diz é o nosso vizinho...


Assim vai o distrito...

O Comércio do Porto ...

Num período em que deixou de haver papel para a tinta correr, os jornalistas e demais trabalhadores de O COMÉRCIO DO PORTO encontram neste espaço a via para o exterior, por forma a manter viva a alma do jornal mais antigo de Portugal continental.

A não perder Diariamente...

BOM DIA...

Os ataques da inveja são os únicos em que o agressor, se pudesse, preferia fazer o papel da vítima

"Pensamentos e Reflexões" Autor: Zamora , Niceto

terça-feira, agosto 02, 2005

BEM VINDO VIZINHO...(mais uma vez)

O Politicaehouse não quer deixar de dar as Boas Vindas a um BOM Socialista aqui nas lides da Blogoesfera…

http://ledopedro.blogspot.com/

Esperamos que este seja para levar até ao fim...

SOS a Victor Cunha( Presidente da Concelhia da Figueira da Foz do PS)

Vítor Cunha pode vir a ficar com um menino nos braços

O vento que passa trouxe-nos notícias da Figueira da Foz.
Disse-nos, baixinho, que alguém pediu ajuda a Vítor Cunha, alertando-o para o facto deste poder vir a ter que escolher outro candidato…
Os motivos de tanta aflição prendem-se com o aproximar do terminus da apresentação de listas e de as notícias que chegam à federação serem dramáticas e preocupantes para Vítor Sarmento.
Parece que não há uma única lista completa.

O Politicaehouse aguarda a cena dos próximos Capítulos…. E já só faltam 10 Dias até à Reunião para a Figueira aprovar as listas

O relógio não PÁRA



Assim vai o Distrito...

E VIVA A DEMOCRACIA !

VICTOR BAPTISTA DE COSTAS VOLTADAS PARA OS JORNAIS DO CONCELHO QUE, SEGUNDO AFIRMA, NÃO PASSAM AS SUAS IDEIAS
O candidato socialista à Câmara de Coimbra anda de candeias à avessas com os jornais diários e o semanário da região.
Entende que não passam as suas ideias e que, globalmente, lhe são hostis.
E vai daí ... proporá na Assembleia da República um diploma que contemple novas regras para os jornais funcionarem, designadamente a extinção do lugar de director de jornal ligado a grupos e interesses imobiliários.
Será que Baptista também proporá regras iguais para políticos, esses sim que administram o erário público, impedindo um deputado, vereador, membro de governo, presiddente de Câmara de ter ligações com grupos económicos, limitando a malha do regime das incompatibilidades ? E será que proporá também uma regra muito antiga nos países da Europa que é a impossibilidade durante 3 anos após cessar funções de deputado, membro de governo, autarca, administrador de empresa pública ou instituto público não poder ir trabalhar para qualquer grupo económico ou empresa com quem tenha, no exercício de funções públicas, laborado ?

segunda-feira, agosto 01, 2005

VAMOS A CONTAS...

Vamos começar uma nova rúbrica que se prende com transparência.
Queremos todos saber os orçamentos de campanha de todos os partidos em cada um dos concelhos do distrito de Coimbra.
Quanto gastará Baptista e Encarnação em Coimbra?
E Duarte Silva e Victor Sarmento ?
E os outros candidatos no resto do distrito ?
Esta é a pergunta que se impõe. É que não é indiferente saber quanto gastam os partidos e onde são financiados. É que com a nova lei do financiamento partidáriopretendeu-se tornar mais transparentes e mais claros os valores que os partidos gastam para si e sobretudo de onde esse dinheiro provém.
É que para partidos de poder como o PSD e o PS é importante saber se o dinheiro das campanhas é pago pelo Orçamento de Estado, como deve, ou se é pago por este ou aquele grupo económico, esta ou aquela empresa.
É assim que se vai diminuindo, mas longe de acabarmos com esse flagelo, a promiscuidade entre os governos, os partidos e os grupos económicos.
Por isso, o politicaehouse não entende duas coisas:
1. porque os partidos não tornam públicos esses orçamentos reais?
2. porque os políticos não entregam as suas declarações de interesses, sejam eles deputados, vereadores, presidentes de Câmara, Directores-Gerais, administradores de empresas ou institutos públicos ?