segunda-feira, outubro 01, 2007

LUIS VILAR ACUSADO DE 5 CRIMES, UM DOS QUAIS DE CORRUPÇÃO.

Luís Vilar acusado de cinco crimes
pelo Ministério Público

O presidente da concelhia do PS/Coimbra, Luís Vilar, revelou hoje que foi acusado pelo Ministério Público de cinco crimes, um dos quais de corrupção no processo relativo à construção do parque de estacionamento subterrâneo da Bragaparques.

Em conferência de imprensa na sede do PS, convocada por Luís Vilar para prestar "esclarecimentos sobre o processo em que foi constituído arguido", o vereador socialista da Câmara de Coimbra disse que vai requerer a abertura de instrução.


Segundo o que revelou na conferência de imprensa, Luís Vilar foi acusado de um crime de corrupção por acto ilícito no processo de construção do parque de estacionamento subterrâneo do Bota-Abaixo, em Coimbra, pela empresa Bragaparques.

"A minha votação na sessão da Câmara foi igual à dos outros. Estranho que, não tendo eu os pelouros dos solos, do urbanismo, do ordenamento ou do departamento jurídico, tenha sido constituído arguido. Sou adepto de mais parques de estacionamento subterrâneos na baixa de Coimbra", afirmou o autarca.
( A votação poderá eventualmente ter sido igual, mas terão os restantes vereadores tido comportamentos idênticos ? Alguma coisa foi diferente para terem tido tratamento diferente! A menos que estejamos a pensar estar Luis Vilar a tecer uma crítica à investigação, assumindo que tudo isto é uma grande armadinha traçada com o envolvimento da máquina judiciária para o prejudicar! Apesar de tudo, Luis Vilar não é secretário-Geral de um partido. É apenas presidente de uma concelhia política e sem qualquer importância nas decisões nacionais do seu partido, pelo que não conseguimos vislumbrar o seu ponto de vista!)

O líder da concelhia do PS disse ainda que foi acusado de crimes de abuso de poder por "ter conhecimentos na área do ambiente e ter sido consultor de uma empresa" e por ter votado na Câmara o plano de pormenor da Quinta de São Jorge de Milreu.
( Conhecimentos na área do ambiente ? Ou vereador da Câmara Municipal de Coimbra com pelouro na área do ambiente ? Ou tem formação/conhecimentos técnicos nessa área desconhecidos que foram aproveitados pela empresa ?)

Foi ainda acusado dos crimes de tráfico de influências e abuso de poder por "ter ajudado um amigo [que não quis identificar] sendo avalista de uma livrança de 100 mil euros" para a qual contribuiu com 20 mil euros.

"Sinto que me querem coarctar a minha actividade política, pessoal e económica. Estou de consciência tranquila, não permitirei que haja convulsões no PS e aumentarei a vigilância no exercício das minhas funções como vereador", afirmou.
( quer isto dizer que Luis Vilar acha que tem e mantém as mesmas condições, agora que houve uma decisão de um Magistrado, para ficar na Câmara Municipal e para continuar à frente dos destinos do PS/Coimbra e quiçá- nesta fase já acreditamos em tudo - re-candidatar-se?! E oq ue dirá Victor Baptista? )

De acordo com Vilar, "a carta anónima pretendia coarctar" a sua actividade política e "os actos da investigação foram coincidentes com os "timings" da vida interna do PS".
( Mas se Luis Vilar pensa isso, quer dizer que isso só pode ter tido o envolvimento e a participação da Polícia Judiciária! Donde, trata-se de uma cabala montada para eliminar Luis Vilar, face à importância que tem na tomada de decisões do seu partido e junto do Secretário-Geral e face às decisões difíceis que ajuda a tomar no Governo dopaís, afrontando grupos económicos poderosos . Só uma história deste tipo permitirá imaginar uma cabala bem montada e com o participação e o envolvimento das instâncias judiciárias: a PJ e até o magistrado que decidiu acusar...)

"Há casos em Coimbra que estranho que não tenham merecido investigação do Ministério Público ou da Polícia Judiciária", disse ainda o líder da comissão política concelhia socialista.

17 comentários:

Anónimo disse...

Será que os órgãos dirigentes do PS já se esqueceram da doutrina em tempos definida pelo Partido para estes casos?

Será que o LV merece deles uma deferência que não tiveram para com a Fátima Felgueiras? Porquê?

Anónimo disse...

É um bom tema para ser analisado pelos circunspectos sábios do Conselho Consultivo da Concelhia de Coimbra do PS, recentemente empossados, analisarem cientificamente.

Anónimo disse...

Nunca o proverbio popular se aplicou com tamanha propriedade: os cães ladram e a caravana passa. Obviamente vai ficar tudo na mesma e o homem ainda há-de ser absolvido e tornar-se vitima de uma gigantesca urdidura, ajudando desse modo o seu partido a ganhar as eleições pela peimeira vez desde que é presidente da concelhia! Querem melhor enredo?

Anónimo disse...

O sr Vilar promove uma conferencia de imprensa na sede distrital do PS em Coimbra, certamente autorizado pelo dr. Batista. Então, a partir de agora, qualquer militante do PS do Distrito de Coimbra, acusado pelo MP de um qualquer crime, tem direito a usar a sede do PS para promover uma conferência de imprensa para justificar a sua posição. O dr. Batista, mais uma vez, demonstra uma total irresponsabilidade ao autorizar uma coisa destas. Apesar de já estarmos habituadas às tonterias do dr. Batista, esta ultrapassou todos os limites do pensável! A menos que o sr. Vilar não tenha, préviamente, dado conhecimento ao dr. Batista, e se assim foi, o dr. Batista tem de, públicamente, explicar...

MAIS DO MESMO disse...

ESTE PS ESTÁ MESMO MAL.... ISTO NÃO É MAIS DO MESMO. NINGUÉM TEM CORAGEM PARA LÁ DE CIMA DIZER ALTO E A BOM SOM: OK. O SR. LUIS VILAR FOI ACUSADO PELO MP. MANTÉM-SE A PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA JURÍDICA. MAS A ÉTICA E A TRANSPARÊNCIA DE COMPORTAMENTOS QUE SÃO DEVIDAS PELOS HOMENS PÚBLICOS OBRIGARIA A OUTRO TIPO DE ATITUDES.
MESMO QUE EU EMBARCASSE NA LOUCURA DA CABALA, AGORA TÃO EM VOGA QUANDO OS FAMOSOS SÃO APANHADOS NA MALHA DA LEI E DO DIREITO, ETICAMENTE OS HOMENS PÚBLICOS TÊM DE TER OS SEUS COMPORTAMENTOS E ATITUDES MUITO MAIS ESCRUTINADOS E ISSO DEVERIA OBRIGÁ-LOS A COMPORTAMENTOS ÉTICOS MAIS RIGOROSOS QUE OS QUE SÃO EXIGÍVEIS AOS CIDADÃOS EM GERAL.
ESSE SR. DO PS LUIS VILAR DEVERIA TER VERGONHA NA CARA. DEVERIA DEMITIR-SE DOS ÓRGÃOS DO PS. DEVIA SAIR DA RTC, ONDE ALIÁS TEM O ESCANDALOSO PELOURO FINANCEIRO E DEVIA SAIR DA CÂMARA. AÍ PROVAVA SER HOMEM CRESCIDO. HOMEM MORAL. APLAUDIRIA DE PÉ. MAS ISTO ERA ESPERAR MUITO DE QUEM NUNCA DEMONSTROU TER ESSES PRINCÍPIOS ÉTICOS. E REPAREM QUE NÃO ESTOU A AFALAR DE DIREITO PORQUE DE DIREITO JÁ TODOS SABEMOS QUE O HOMEME ATÉ SER JULGADO SE PRESUME INOCENTE. MAS O EXERCÍCIO DO PODER E DA RES PUBLICA OBRIGA ESSES SENHORES A TEREM COMPORTAMENTOS ACIMA DOS DEMAIS CIDADÃOS.

Anónimo disse...

É um escandalo! Então os acusados, que até à eventual sentença condenatória são inocentes, não podiam ser candidatos e agora podem,politicamente claro, manter os cargos politicos que têm por indicação do partido?

Anónimo disse...

É triste, acusado de vários crimes, contínua agarrado aos "tachos" públicos. Há pessoas sem valor que trepam na vida à custa de malabarismos, nem nestas alturas saem de cima.

Dignidade, impõem-se.

Anónimo disse...

É natural que a conferência de imprensa tenha decorrido na Oliveira Matos.
Afinal é o Sr. Luís Vilar que paga as contas da sede e a mantém aberta...
Ingratos...o dinheiro que obteve foi para financiar o PS...
Vilar vai em frente, tens aqui a tua gente!!!

Anónimo disse...

Caro anónimo acima:
O meu amigo(a) acredita no que quiser. Ainda há quem acredite no Pai Natal e principalmente ainda há quem acredite no Valentim Loureiro, no Isaltino Morais, na Fátima Fergueiras. Isto é... enquanto estivermos no domínio das crenças cegas, não vale a pena discutir racionalmente nada.
Mas ainda assim digo ao caro comentador que:
1. é mentira que seja o sr. Luis Vilar a manter a sede do PS aberta;
2. a sede o do PS tem contabilidade organizada que é coisa que não tinha no tempo em que Luis Vilar dirigia financeiramente campanhas eleitorais, ou seja há 10 anos atrás;
há 10 anos atrás sim, muita coisa se passou em todos os partidos no âmbito do financiamento de partidos políticos;
3. A distrital dos partidos políticos têm as suas receitas e todos os pagamentos das concelhias e distritais são contabilisticamente registadas, respectiva proveniência;
4. Quanto às acusações de que Luis Vilar foi alvo engana-se o caro comentador. Algumas delas revertem directamente em benefícios financeiros para o próprio;
5. Luis Vilar, é bom não esquecer e relembro aqui agora porque nos próximos dias é importante lembrar, é bancário, aposentado por antecipação a pedido, usando um mecanismo próprio na banca para negociar a saída antes do tempo;
6. Não sabemos em rigor as suas habilitações, todavia não é licenciado nem é possuidor de nenhum título académico que o torne um especialista nalguma coisa ao ponto de várias empresas o quererem contratar;
7. Não conheço nenhum profissional que sem habilitações e sem ser empresário consiga em 2 anos rendimentos acima dos € 100.000;
8. Como não conheço ninguém que enriqueça a trabalhar se não tiver uma qualquer profissão bem remunerada (e a do sr. Luis Vilar é ter sido bancário 15 anos e director de uma gráfica num sindicato...)como sucede com médicos de nomeada, grandes especialistas e investigadores em novas tecnologias, advogados ou jurisconsultos de renome, grandes engenheiros ou arquitectos cujas produções intelectuais são muito bem remuneradas, sobretudo por empresas pela mais-valia que podem representar....
Pelo que.... para bom entendedor meia palavra basta...aguardemos, pois, a novela Vilar que penso só agora começa e provavelmente o amigo acima será surpreendido... ou talvez não!

Anónimo disse...

Há dois problemas no caso LV. O primeiro, tem a ver com o apuramento da sua responsabilidade penal e será derimido nos tribunais. Podemos depois fazer um juízo ético desculpabilizante se, mesmo sendo ele condenado, tivermos a convicção de que se não tratou de aproveitamento pessoal, mas de financiamento partidário encapotado.
Mas mesmo neste caso, haveria que saber se LV agiu assim por delegação de alguém com mais poder, ou se resolveu erradamente, por si, ou em conjugação com outros responsáveis distritais, meter-se por esses atalhos. Podemos, é claro, pensar também que tudo não passa de uma conspiração, que envolve ou ilude quer a Judidicária, quer o MP, quer pelo menos um juiz.
Em qualquer destas hipóteses, estamos por enquanto no plano da subjectividade de cada um , que é, isso mesmo, uma subjectividade.
O segundo problema é político e , julgo eu, cristalino: tendo sido acusado o LV deveria ter, imediatamente,pedido a demissão de todos os sesu cargos partidários, para se defender melhor e para não envolver o PS num caso politicamente penalizador.
Caso contrário, pode parecer que o LV liga tão pouco ao PS que não hesita em arrastá-lo para uma situação pelo menos constrangedora.
Se o LV fizer corpo morto os órgãos distritais do partido têm o dever de agir no sentido adequado, sob pena de estarem a ser cúmplices de uma atitude que corre o risco de lesar gravemente a Fed. de Coimbra do PS e o própri0o partido no seu todo.

Anónimo disse...

MAIS IMPORTANTE QUE TUDO É SABER QUAL A ATITUDE DO PRESIDENTE DA DISTRITAL ROSA, VICTOR BAPTISTA? FICA CALADO ? SE SIM, ALGO CHEIRARÁ MAL E RETIRARÁ CREDIBILIDADE POLÍTICA E SERIEDADE AO PS, PONDO EM CAUSA VITÓRIAS FUTURAS DO PS NO DISTRITO DE COIMBRA.
É POR UM IMPERATIVO ÉTICO QUE LUIS VILAR TERÁ DE SE AFASTAR.OS HOMENS PÚBLICOS NÃO PODEM ARRASTAR OS PARTIDOS QUE REPRESENTAM NA LAMA EM QUE VOLUNTÁRIA, INVOLUNTÁRIA OU INJUSTAMENTE FORAM ENVOLVIDOS.
SE FOR UMA CABALA, LUIS VILAR SERÁ UMA VITIMA MAS ESSAS CONTAS SÓ DEPOIS SERÃO FEITAS. É O PREÇO QUE OS HOMENS PÚBLICOS, ÉTICOS E MORALMENTE INSUSPEITOS TÊMD E PAGAR.
OS HOMENS POLÍTICOS TÊM DEVERES ÉTICOS E MORAIS MAIS ELEVADOS QUE O COMUM DOS CIDADÃOS. E NOTE-SE QUE A VIDA PÚBLICA FOI UMA OPÇÃO SUA, PELO QUE NÃO PODEM FICAR IRRITADOS COM O ESCRUTÍNIO DIÁRIO AO QUAL AS SUAS CONDUTAS FICAM SUJEITAS.

Anónimo disse...

E que tal o Sr. L.V. deixar de fazer insinuações e optar por, pelo menos, na praça pública, mostrar-se honesto:
Diga lá, quais são os casos, em Coimbra, que estranha não serem investigados pelo M.P. e pela P.J.?????? Todos nós e eles certamente gostaremos/gostarão de saber. De que crimes tem conhecimento? Sim que meras irregularidades não será certamente com o MP e a PJ.
Assuma-se Homem, pelo menos nisto, mostre-se honesto!
É muito feio cuspir para o ar...

Anónimo disse...

Luís Vilar vai em frente tens aqui a tua gente....

Anónimo disse...

Ao último anónimo que postou dia 5 devo lembrar que isto não é um comício. Aliás lembro que a frase por si usada foi usada na campanha de Isaltino Morais e Valentim Loureiro... "Isaltino vai em frente tens aqui a tua gente" ou " Valntim vai em frente tens aqui tua gente". Por isso essas frases feitas ditas pela mesma pessoa repetidamente não são senão mais alguns contributos ara lhe definirmos o perfil. Alguém que gota de plateia, alguém que arregimenta, cacica.Alguém que negará até ao fim tudo o que for necessário para não deixar e ser "Sargento", "Capitão" ou "Major" de acordo com o grau de importância.
No caso concreto, apesr de Sargento.... os tiques são iguais ao dos "Capitães" ou "Majores"

Anónimo disse...

Ao anónimo de Quarta-feira, 03 Outubro, 2007:

Ai sim.... Tchiiii
Como há pessoas que não têm qualquer noção do ridículo!
As remunerações dos funcionários são pagos pelo PS, com cheque do PS, da conta do PS;
A renda é paga pelo PS, com cheque do PS da conta do PS;
Os telefones são pagos pelo PS, com cheques do PS;
As cartas e outra correspondência são pagas pelo PS com cheques do PS.Como se sabe, as contas do PS são absolutamente controladas e estão disponíveis ao Tribunal Constitucional, donde não pode haver Vilares a pagar contas.....

Anónimo disse...

E mais.... caro amigo último... até as contas dos telefonemas do Sr. Vilar na Concelhia (sabe-se lá se mais de metade dessas chamadas são da vidinha dele....)são pagas pelos cheques do PS da conta do PS fiscalizada pelo TC.
Por isso amigos.... só mesmo um cego ou o próprio Vilar podem dizer tais disparates

Anónimo disse...

Luís Vilar vai em frente tens aqui a tua gente....

Sexta-feira, 05 Outubro, 2007

Este comentário, é do próprio, podem crer.

Só quem não o conhece pode pensar o contrário.