terça-feira, setembro 11, 2007

RICARDO CASTANHEIRA DEIXA TUDO E INGRESSA NA MICROSOFT


O JOVEM POLÍTICO, POR MUITOS CONSIDERADO UMA DAS POUCAS ESPERANÇAS NO DESERTO POLÍTICO DISTRITAL DO PARTIDO SOCIALISTA DE COIMBRA, POR OUTROS CONSIDERADO APENAS MAIS UM NA ENGRENAGEM DO SISTEMA, ABANDONA O SEU ESCRITÓRIO DE ADVOGADOS, EM COIMBRA, A FDTI, A QUE PRESIDIA DESDE 2005, E ENTRA NA MICROSOFT.
Ricardo Castanheira decidiu-se de vez por Lisboa, farto de esperar por uma oportunidade vinda da lusa Atenas.
Cansado e desalentado com o seu PS distrital optou por fazer carreira, aparentemente à margem do PS e da política, e entra na vida privada na grande empresa que é a Microsoft Portugal.
Claro que se poderá questionar se sem as oportunidades e os conhecimentos que o PS e a política de Lisboa lhe proporcionaram se algum dia lá chegaria, relacionadas que podem ser as funções que desempenhava como Presidente da FDTI - Fundação para a Divulgação das Tecnologias de Informação (que estabeleceu ao longo destes últimos anos várias parcerias com a Microsoft), nomeado pelo Governo Socialista e amigo que se tornou de Jorge Seguro, quadro gestor da Microsotf Portugal.
Em todo o caso, damos os parabéns ao jovem político por este avanço na sua carreira, que muda completamente de rumo, desejando-lhe muitas felicidades por Lisboa e esperando que um dia, ele e alguns outros jovens quadros do PS, assim como do PSD, de Coimbra possam voltar, dessa feita para ajudarem e contribuirem para a credibilização destes partidos nesta zona do país, pois a sua credibilização a todos importa e interessa, sobretudo aos cidadãos!

15 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns. É sempre bom ver um jovem de valor nado e formado em Coimbra, porque o tem por muito que isso deixe alguns outros jovens e menos jovens com inveja, singrar profissionalmente.
A entrada na microsoft onde só entram e são seleccionados os melhores não me surpreendeu.
Força camarada.
Claro que o facto de ter sido presidente da FDTI o ajudou nesses contactos para saltar para a microsoft. Mas o que fez o Parreirão senão saltar de secretário de Estado das obras públicas para a Mota-Engil? Fez isso mesmo. Mas fez porque ´um bom quadro.
O Baptista por exemplo não saltou para coisa nenhuma. Porquê? Porque esse sim é um político de pasquim. Não é uma mais -valia. Na privada só singram os realmente bons.

Anónimo disse...

Infelizmente o Mário Ruivo também não saltará para lado nenhum.
È a nossa sina.

Anónimo disse...

E a nossa Eliana Pinto já saltou para algum lado?

Não me parece...

Anónimo disse...

E a Eliana vai saltar para algum lado?

Anónimo disse...

E o Pedro Coimbra e o Nuno Moita saltarão para algum lado? Hummm não parece!

Quanto ao resto até ao final do ano aguardem muitas muitas novidades! :-)

E ESTA EIM? disse...

De qq modo o que eu gostaria muitissimo era de ver a declaração de IRS dos seguintes jovenzinhos aprendizes de políticos e das "pseudo-cabeças pensantes" dos principais partidos e sobretudo gostava de ver quem lhes paga. Ou seja, gostava de ver se a maioria dos rendimentos desta gentalha toda vem dos "tachos" que conseguiram à custa dos partidos ou das suas actividades privadas.

- Nuno Freitas
- Marcelo Nuno
- Gonçalo Capitão
- Miguel Almeida
- José Ribeiro
- Nuno Encarnação
- Teresa Violante

- Paulo Penedos
- Ricardo Castanheira(antes da microsoft)
- Eliana Pinto
- Mário Ruivo
- Pedro Coimbra
- Nuno Moita
- Luis Filipe

- Paulo Pereira Coelho
- Fausto Correia
- Carlos Encarnação
- Victor Baptista
- Carlos Páscoa
- Henrique Fernandes
- Jaime Soares
- Luis Vilar

Anónimo disse...

Pois é. Aqui os saltos vêem-se nas declarações de IRS.
E sobretudo vêem-se em relação a quem paga o quê e a quem. Isto é: as declarações de IRS até podem ser elevadas mas quem é que paga a maior fatia? O Estado? Ou a competência de cada um para ter clientes que os procuram e iniciativa própria capaz de realizar dinheiro para além dos "tachos"?

Anónimo disse...

Alguns desses jovens têm rendimentos, diz-se, acima dos € 75000 e alguns atingem mesmo os 3 digitos.
Outros é só do Estado que recebem mesmo e quando a mama acabar ...
Outros há que têm mama do Estado e os corredores políticos permitem que engrossem as suas remunerações privadas para outro tanto ou mesmo mais que a remuneração do Estado:-(

Anónimo disse...

Aos anónimos que se baralham com os rendimentos alheios, provenham eles ou não do Estado.

Grande parte dos senhores em cima descritos, tiveram que fazer prova dos seus rendimentos ao TC, por uma questão legal e por nada temerem.
Quem estiver interessado pode sempre consulta-los!
R.

David disse...

Só tenho de desejar os meus parabéns ao meu amigo ricardo..

Anónimo disse...

Sim!!! os políticos sao todos uns ladroes e voces sao uns santos do caraças! será que voces comentadores de fim de semana não têm vida própria? tenham juizo e gastem o tempo que passam a falar mal dos outros a trabalhar que podem vir a receber o mesmo que eles! Saudações

Politicae disse...

Caro postador último:

Já que está tão preocupado com a nossa remuneração versus a dos políticos que tanto criticamos, permita-nos descansa-lo(a), até porque achamos que os políticos ganham mal (os compoetentes e bons, claro, os outros exploram o povo).
Pelo que informamos o caríssimo leitor que:
1. nenhum dos actuais administradores alguma vez precisou da po´lítica para ter um bom nível de vida;
2. nenhum dos administradores pretendeu ou pretende vir a ocupar algum cargo político. Primeiro porque se ganha globalmente mal, segundo porque não acreditamos mais nos políticis e na política;
3. agradecemos a sua "dica" mas não queremos ganhar um dia o mesmo que eles porque iriamos perder dinheiro!
Na possa posição só nos interessaria a administração da PT, EDP, GALP, Caixa Geral de Depósitos ou REN. Qualquer outro cargo ou função deixamos para os políticozinhos.

Anónimo disse...

Desde que trabalha na Microsoft até já vai às iniciativas do PS em Lisboa, porque será?

Anónimo disse...

O Batista também saltou. Saiu da Egran, que deixou falida, e foi para o Governo Civil iniciar uma carreira na politica, onde não há falencias.

Anónimo disse...

O comentador/a " e esta heim...disse" esqueceu-se de outros nomes. E o Marinho? E o Armando Pereira?