quinta-feira, junho 28, 2007

INSTITUTO EMPRESARIAL DO PINHAL INTERIOR JUNTA 15 EMPRESAS PARA INTERNACIONALIZAR PRODUÇÕES.

Estudos de consultoria e elaboração de candidaturas a apoios públicos são dois dos instrumentos de trabalho que o Instituto Empresarial do Pinhal Interior (IEPI) vai colocar ao serviço das empresas suas associadas. Para o consultor empresarial e presidente do IEPI, Fernando Lopes, o desafio dos agentes económicos da região é alcançar o mercado global, sendo que o Brasil e Angola são considerados os mercados “pontas-de-lança” na estratégia de internacionalização.
" ... O Instituto terá a importante missão de assegurar aos seus associados valor acrescido na criação de condições para o crescimento empresarial, projectando iniciativas, avançando com estudos estratégicos, preparando planos de negócio em vários segmentos às empresas suas associadas, elaborando candidaturas várias aqui e além fronteiras, com o fito de promover a expansão comercial, a melhoria de processos, apostando na inovação e nas novas tecnologias da informação e comunicação. Trabalharemos muito na internacionalização das empresas do Pinhal Interior, associadas do IEPI, que pretendam expandir os seus negócios além fronteiras. O mercado é global e é bom que os empresários entendam a importância desta afirmação..."
"... Encetámos já uma série de contactos e promoveremos uma série de parcerias importantes no âmbito do nosso planeamento estratégico. Parcerias nacionais e internacionais. O ICEP é naturalmente um importante parceiro de qualquer empresa, e trata-se de uma instituição que apoia qualquer empresa portuguesa que queira ir para mercados internacionais, mas nós queremos trabalhar em rede e de forma afincada para as empresas nossas associadas e por isso dentro de poucas semanas formalizaremos duas importantes parcerias: uma com uma instituição nacional ligada à inovação e às novas tecnologias da informação e comunicação e a outra parceria com uma consultora com experiência na internacionalização de empresas em vários segmentos de mercado que serão seguramente muito úteis ao IEPI..."
"... Como lhe referi há pouco só especializando qualitativamente as nossas produções e/ou começando a concorrer à escala global, internacionalizando as empresas. Essa é, por isso, a principal tarefa do IEPI, tendo escolhido numa primeira fase os mercados brasileiro e angolano, mas tendo perspectivas de crescer para o Leste também..."

3 comentários:

olá disse...

Olha olha.... este andava desaparecido e agora aparece em grande! Parabéns!

Anónimo disse...

"cagando" tacho!!!mais um aspon"

Anónimo disse...

Já vi esta cara em algum lado. Cresceu muito rápido "políticamente".Deve ter um grande padrinho...Para quem ao que penso não possui qualquer licenciatura já foi muito longe...Mas tem uma grande virtude é militante do Ps.(ou já não é?)se calhar não. De certeza que é independente!