segunda-feira, outubro 23, 2006

PS DE LISBOA RETIRA CONFIANÇA POLÍTICA A NUNO GAIOSO RIBEIRO


Lisboa, 21 Out (Lusa) - A concelhia de Lisboa socialista anunciou hoje a retirada da confiança política ao vereador da autarquia da capital Nuno Gaioso Ribeiro, "convidando-o" a demitir-se do cargo.
A decisão do secretariado do PS/Lisboa surge na sequência da publicação , na edição de sexta-feira do Diário de Notícias, de uma entrevista onde Nuno Ga ioso Ribeiro acusa o vereador Manuel Maria Carrilho de ter na autarquia um comportamento político "irresponsável, ausente e displicente".

"Embora reconhecendo o direito à crítica, quando ela for construtiva e apresentada nos órgãos próprios, o que não aconteceu, não podemos permitir que um manifesto caso de vaidade pessoal se transforme num facto criado sem nenhuma correspondência com a realidade", lê-se numa nota do PS/Lisboa.

No comunicado, o secretariado do PS/Lisboa adianta que deliberou, "por unanimidade", retirar a confiança política ao vereador Nuno Gaioso Ribeiro e, consequentemente, "convidá-lo a demitir-se do cargo que exerce em nome do PS".
Também por unanimidade, o secretariado do PS/Lisboa reiterou a sua con fiança em Manuel Maria Carrilho, manifestando a sua "solidariedade" para com o vereador socialista.


O PS/Lisboa reconhece ter sido ficado surpreendido com a entrevista do número dois socialista na câmara de Lisboa, que foi "um motivo de profundo desagrado".
"Surpresa, porque parte substancial da entrevista, constitui um ataque pessoal e político ao cabeça de lista do Partido Socialista para a Câmara Munici pal de Lisboa, Manuel Maria Carrilho, ataque vindo de quem só foi candidato por vontade expressa e insistente do próprio Manuel Maria Carrilho", lembra o PS/Lis boa.


"O Secretariado do PS/Lisboa só pode entender estas declarações do Vere ador Gaioso Ribeiro como fazendo parte de uma estratégia pessoal de afirmação - à custa de quem o escolheu e defendeu como candidato - mesmo que para tal prejudique deliberadamente a eficácia das decisões e deliberações dos órgãos legítimos e condutores da afirmação política do PS em Lisboa", é ainda referido.

Na entrevista ao Diário de Notícias, Nuno Gaioso Ribeiro considera haver "algumas deficiências na oposição do PS" na Câmara de Lisboa, considerando que a imagem que fica neste primeiro ano de mandato é "de que quem a fez foi sobretudo o Bloco e o PCP, e muito pouco o PS".
Nuno Gaioso Ribeiro classifica ainda a liderança de Manuel Maria Carrilho da equipa socialista como "ausente e displicente".


8 comentários:

Anónimo disse...

este gajo não é o filho do ex-presidente da CCDRcentro que passou do PCP para o PSD e do PSD para o PS?
Entendemos então.

Anónimo disse...

Pois, pois. Esse cromo que foi opresidente da CCDRC no tempo de Guterres e que teve como porta pasta/malas o menino de Penela, vereador xuxa e que espera ver renovada a comissão de serviço pois não está nos quadros da instituição.
Ah! sabiam que o actual presdiente da CCDR antes de tomar posse tinha uma empresa ligada à formação profissional? Alugava equipamentos e salas....AH! Pois é!

miguel moura disse...

Pois é! Esse cromo hoje tecnico da CCDR já teve váriso comportamentos pouco profissionais que o poderiam fazer perder o contratinho que cessará em poucos meses.... ele que se cuide!

Anónimo disse...

É verdade. Essses jovens turcos que se lambusam na CCDR e em atitudes nada profissionais falam de processos que conhecem colateralmente e ainda por cima inventam denegrindo quem trabalha. precisam de ser todos corridos

Anónimo disse...

o anónimo acima está a falar de quê e de quem ? Que na CCDR há +pessoas pouco profissionais? Já sabemos disso como há em qq organismo do Estado. Que há técnicos que acham que mandam e decidem arbitrariamente? Tb há como em qq outro local.

Anónimo disse...

Aliás, acrescento que são os próprios técnicos da casa que dizem que a CCDRC já não é o que foi: um organismo de excelência.

Anónimo disse...

o gajo de penela tem mais valor que voçês todos juntos e mais alguns...........

Anónimo disse...

O rapaz é filho daquele artista que é mais que vaidoso. É vaitreze.