terça-feira, agosto 01, 2006

ROUBÁMOS A NOTÍCIA AOS NOSSOS VIZINHOS JORNALEIROS DE COIMBRA.

"PEDRA NO SAPATO"

O Sindicato da Cerâmica e Construção do Centro deu ontem à empresa Egran um prazo até 7 de Setembro para esta pagar as prestações em atraso devidas aos antigos trabalhadores, findo o qual promete endurecer a luta.
Será que o deputado Baptista podia (...) ajudar esta gente?

Perguntar não ofende e como conhecem de perto esta realidade...

À ESPECIAL ATENÇÃO DO NOSSO ASSÍDUO LEITOR LUIS VILAR:

E agora Sr. Luis Vilar também estamos a denegrir a imagem dos políticos, inventando, caluniando? Ou estaremos a divulgar FACTOS que depois merecerão os comentários e produzirão as opiniões que cada um entender fazer sobre o(s) assunto(s) ?!
Bem sabemos que prefere disparar em todas as direcções. Pode ser que algum tiro fortuíto acerte em algum alvo (SEU, CLARO ) ... mas verdadeiramente o que o incomoda é a exposição, a sua, a dos seus actos e de alguns "amigos" socialistas.
Também sabemos reconhecer que ter azar nos negócios acontece, mas sabemos também que as atitudes e comportamentos definem a(s) pessoa(s).
A empresa "Égran" foi administrada por socialistas, alguns com relevantes funções públicas ao longo dos anos, como sucede com o actual Presidente Socialista de Coimbra e ex-candidato à Câmara Municipal. Ou não é verdade ?
No presente enfrenta processo que corre desde o ano 2000 de falência por não pagar aos trabalhadores e à segurança social.
E será ou não importante para o povo de Coimbra saber o que os socialistas, sociais-democratas, comunistas ou centristas fazem e como actuam na vida real, no dia-a-dia profissional e empresarial ? Isso não será importante na hora de votar ?
É claro que sim. Por muito que os que lutaram pelo 25 de Abril afirmem insistentemente que o fizeram isso não basta para que acreditemos em todos eles. As suas vidas, as suas atitudes são muitissimo mais importantes, até porque 1974 foi há tanto tempo ... e o tempo entre outras coisas muda os homens!

4 comentários:

Anónimo disse...

O Sr. Baptista, além de ter sido administrador da Egran foi também seu accionista durante vários anos!

Brecht disse...

Quando um homem assume uma função pública deve considerar-se propriedade do público.

Thomas Jefferson (1743-1826)

Anónimo disse...

O sr. Vilar está num processo de fuga para a frente. A necessidade de se fazer ouvir em qualquer circulo em que se encontre ( o do Trianon é um exemplo notável e o sr. Vilar ainda não percebeu que é persona non grata) e a loucura na aquisição de uma viatura de alto luxo para o seu serviço (RTC) são indicadores claros de um total desnorte.

Anónimo disse...

Aquisição de uma viatura de alto luxo não foi para o serviço foi para ele mesmo usar, com dinheiro do erário público.
A crise no Estado não chegou à Região Turismo Centro.