quarta-feira, julho 19, 2006

MANTERÁ O PS LUIS VILAR NA RTC ? E O PSD ACEITARÁ LUIS VILAR NA RTC ?


Estamos curiosos por saber a resposta a estas duas perguntas, sabendo todos nós que a resposta afirmativa a ambas representa o que de pior a política tem: o hábito de fazer logrolling.

Mas o que é logrolling ?
O hábito da troca de votos de forma a garantir consensos que interessam a ambas as maiorias, qualquer que seja a decisão e conclusão final.


Esta é a parte que mais vem desacreditando a política. Todos sabemos que à mulher de César não basta parecer séria. Tem de ser séria também.
Ora, mesmo que Luis Vilar esteja inocente de todos os processo de inquérito criminal que contra si aparentemente decorrem, ele devia ser o primeiro a querer afastar-se da vida pública até provar a sua inocência ( o que aliás sucedeu com outros seus companheiros de partido,e muito bem ) .
Mas não. É ele que faz questão em se impor e continuar.
Mas qual o papel dos dois maiores partidos ? Que mensagem querem dar aos cidadãos ?
A história da RTC diz que há tradição em haver um acordo entre os dois partidos mais votados ( PS e PSD ), porém o consenso apenas existe quanto a ter um membro executivo do partido que pontualmente é minoritário na Região. Tal significa que o nome a indicar deve merecer análise de ambos os partidos. Também costuma ser por consenso a indicação do nome para Procurador Geral da República e várias foram as situações em que esse nome teve de ser alterado.

11 comentários:

Anónimo disse...

Não é de esperar grande coisa quando os intervenientes são os excrementos políticos conhecidos por Jaime Soares e Vitor Batista

Eu vi a luz disse...

o eterno "centrão"´...é preciso dizer basta a este fingimento é preciso e urgente dar um novo impulso ético a politica.

Camisa Azul disse...

Os arautos do politicamente correcto, as aves de rapina do grande capital, sabem entender-se quando é preciso.

Anónimo disse...

deixem as pessoas em paz até terminarem os processos. corre-se o risco, se assim não, for, de se conferir á denúncia anónima, bastante para conseguir abertura de processo e constituição de arguído, um poder de varrer da cena qualquer pessoa incómoda num dado momento ...
pensem nisto.
Não é este que está em cusa, mas toda a gente.
veja-se o caso freeport e sócrates.
veja-se o caso esquecido de paulo portas
tenhamos tino.
no caso do lv, até suspendeu o mandato da camara

Anónimo disse...

Aceita e apresenta como contrabalanço o Pernas da Figueira. Ficará uma dupla irresistíval. Vilar e Pernas. É melhor encomendar já outro Volvo...É uma marca que o pernas gosta. Já há uns anos se sabia, e o J.Pimenta também, que a melhor coisa que podim dar ao Pernas era um Volvo.............

Anónimo disse...

Sabiam que o logotipo da RTC é igual ao dos cabeças rapadas da Austrália? De quem terá sido a ideia? Admito que se trate de ignorância.

Anónimo disse...

Caro comentador da madrugada de 4:41 AM :

tudo o que o amigo disse é verdade, com vários senão: não é constituido arguido quem tenha sido denunciado por carta anónima. Se o amigo pensa isso está redondamente enganado.Mal estaria a democracia se se permitisse isso.
Não. Só é constituido arguido quando há suspeitas, indícios fortes de que x ou y cometeu o crime z ou k. Sabe oq ue é preciso para que haja indícios fortes? factos, provas não esclarecidas pelo suspeito. Ora se alguém se limitar a ser objecto de uma denúncia e no processo de inquérito tenha ficado claro que nenhuma das acusações são minimamente sustentadas, o cidadão pode nem saber que esteve a ser alvo de inquérito.
Portanto não pense que qq cidadão por dá cá aquela palha pode ser vitima de uma acusação deste tipo.
Agora tem de achar no mínimo estranho que o sr. Vilar seja objecto de tanos processos de inquérito e todos na +area do tráfico de influências, corrupção, peculato de uso em virtude e por causa do poder e da posição que o PS lhe permitiu ter

Anónimo disse...

Uma última pergunta ao anónimo da madrugada das 4:41 AM para avaliar o grau da sua cidadania: acha correcto que um vogal executivo de uma Região Turismo ( instituição pública) utilize o veículo que lhe foi confiado para o exercício das suas funções públicas em actividades partidárias e pessoais ?
Acha correcto que o gasólio ou a gasolina que todos nós estamos a pagar sirva para trabalho partidário de apoio a uma determinada candidatura intena que apenas ao Sr. Luis Vilar diz respeito ou em último grau apenas ao PS diz respeito ?
O que me diria o senhor ou a senhora se amanhã Carlos Encarnação fosse apanhado a conduzir o carro da Câmara a transportar pessoas para irem votar nas últimas eleições da concelhia de Coimbra do PSD, de apoio ao seu filho ?
O que diria o Sr. Luis Vilar ou o Sr. Baptista na Câmara Municipal no dia seguinte?

Anónimo disse...

Por fim, Vilar suspendeu o seu mandato na Câmara ( prova que tem um pouquinho de vergonha na cara )mas não o fez onde realmente deveria ter feito, na instituição pública onde exerce funções executivas: região turismo. Senão qual é o sentido da suspensão na Câmara Municipal ? Suspende nuns locais e noutros não? Sabe pq não suspendeu na Região Trismo e porque se impôs ao seu partido para lá se manter agora ? Pq tem uma aposentação de miséria e precisa do tacho. Ah! pois é.

Anónimo disse...

Os dirigentes do PS têm medo que o Vilar dê com a lingua nos dentes?

Anónimo disse...

Não acho estranho que o Vilar esteja a ser alvo de tantos processos. Pelo que sei do "excremento" ainda são poucos os processos em que está envolvido. Se o F. falasse, já estaria arrecadado. Pergunta o António Marinho com frequência:-Ainda não foi ninguém preso?