quinta-feira, maio 11, 2006


hoje no Campeão das Províncias - Vinagretas

Vilar prolixoO presidente da Comissão Política Concelhia do PS/Coimbra acaba de usar a pena para, através de As Beiras, verberar a “demagogia sobre a co-incineração” [de resíduos industriais perigosos]. Curioso é que Luís Vilar recorra a artigos de opinião para responder a camaradas. Desta vez, o visado é Fausto Correia (eurodeputado, antigo secretário de Estado e ex-presidente da Federação conimbricense do Partido Socialista).
Como Fausto Correia tem chamado a atenção para uma deliberação tomada em 1999 pela Comissão Política da Federação (CPF), assinalando que a mesma continua em vigor, o líder concelhio do PS/Coimbra ilude a questão de uma penada. Diz ele (é ler para crer) que a deliberação [contra a co-incineração] está revogada por a actual composição da CPF ser diferente da de há sete anos.

Gostaríamos de perguntar se com a composição da actual Assembleia da República toda a produção legislativa feita em Portugal pelos anteriores parlamentares também se encontra tacitamente revogada com a composição da actual Assembleia da República? É que a admitir-se como boa esta reflexão teríamos decisões administrativas e diplomas válidos apenas por períodos de 4 anos.
E esta Heim ??? Grande raciocínio ...

9 comentários:

Anónimo disse...

De facto este sr. é de uma ignorância sem limites. É urgente e necessário encontrar uma solução de exonerar este sr. de todos os cargos e/ou funções que desempenha. Se tal não for feito o PS arrisca-se a desaparecer do mapa politico de Coimbra

Pedro Bingre disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Bingre disse...

Parece-me que o dilema de escolher entre a co-incineração e o seu sistema alternativo, o CIRVER, não é motivado por preocupações com a saúde dos conimbricenses. O dilema é saber qual empresa facturará a instalação do sistema.

A quem pertence a empresa privada que pretende vender e instalar o equipamento de co-incineração?

A quem pertence a empresa privada que pretende vender e instalar o equipamento do CIRVER?

Quanto vale o negócio?

Anónimo disse...

Este Vilar se não existisse algum poeta ou romancista tinha de o inventar e colocá-lo num dos seus livros, seria best seller.
Venderia mais livros que a Queda de um Anjo do Camilo Castelo Branco

Anónimo disse...

Este vilar é uma inteligência!

Anónimo disse...

uma sumidade

Anónimo disse...

Uma raridade intelectual. Comparável só ao Antarão. O sumo do saber desta mente brilhante é perfeitamente impar. Ele sabe de furanos, ele sabe de dioxinas, ele sabe de administração, ele sabe de sindicalismo, ele sabe de politica. Ele sabe de tudo. Na realidade alguém sabe o que ele faz? Onde é que ele ganha o dinheirinho para o sustento. Que se saiba a reforma de bancário é pequena.

Anónimo disse...

Com a dupla Vilar na concelhia e Carla Violante nas mulheres, as vitórias são desde já certezas

Anónimo disse...

....de derrotas........