sábado, setembro 29, 2007

FOMOS VER NO SITE DA ASSEMBLEIA OS REGISTOS DE INTERESSES DOS DEPUTADOS POR COIMBRA

P S D

- Paulo Pereira Coelho - deputado eleito pelo círculo eleitoral de Coimbra pelo PSD

LICENCIADO EM ECONOMIA
  • consultor da Sociedade SGPS-Gestão de Participações Sociais, SGPS - remuneração mensal = € 2500 a que acresce a remuneração de deputado
  • sócio com 100% do capital social de Palmira Pereira Coelho Lda

- Fernando dos Santos Antunes - deputado à AR pelo círculo eleitoral de Coimbra pelo PSD

LICENCIADO EM DIREITO

  • detentor de € 500 da Propenela, Lda que se encontra inactiva

P S

- Horácio Antunes - deputado da AR pelo círculo eleitoral de Coimbra pelo PS

PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E POLÍTICAS PÚBLICAS ( mas qual é a primeira graduação? Licenciatura ? Ou trata-se da omissão das habilitações académicas com inscrição de uma Pós-Graduação para autarcas, quaisquer que sejam as suas reais habilitações ?! Não que seja absolutamente importante esta forma pouco clara de comunicar aos Portugueses a sua biografia, mas já agora.....as habilitações académicas são ..... e depois de as revelar sim, é útil saber-se que tem esta Pós-Graduação. Mas dito assim parece subentender-se que tem uma Graduação Académica de base. tem ? Qual ? Agradecidos).

PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO

  • Presidente da Direcção da Associação de Futebol de Coimbra
  • Presidente do Conselho Fiscal da Associação Portuguesa de Remo

- João Raúl Moura Portugal - deputado da AR pelo círculo eleitoral de Coimbra pelo PS

LICENCIATURA ( ? ) ( licenciatura em ?. Nada que seja aparentemente importante mas, já agora, é útil os Portugueses saberem quais as áreas onde pode e é, seguramente, útil no Parlamento, atentas as suas habilitações superiores em ... )

PROFISSÃO LIBERAL/EMPRESÁRIO (?!) ( ok. Basicamente antes de ser deputado e quando sair a sua profissão é trabalhar por conta própria como profissional liberal. Mas como não indicou a sua licenciatura nem vislumbrar podemos a sua área de trabalho. Como deputado e num registo de interesses isso é que é importante. É o quê ? Consultor ? Economista ? Contabilista ? Psicólogo ? Médico ? Jurista ou Advogado ? Consultor Financeiro ? Consultor Jurídico ? Consultor de Marketing ? Engenheiro ? Arquitecto ? Que profissão Liberal desempenha ? Ou foi uma expressão genérica para precisamente ficarmos na mesma? Agradecidos. )

  • Sócio-Gerente da empresa Fugida, organização e produção de eventos Lda, com uma participação social de € 6300, que deixou em 23 de Maio de 2005, optando pelo exercício do mandato de deputado em regime de exclusividade.
  • Presidente da Assembleia Geral da Associação Goltz de Carvalho

NOTA: Um registo de interesses de figuras públicas, sobretudo as titulares de órgãos de soberania, serve para que os Portugueses passam a saber de forma transparente quem os representa. As suas actividades profissionais anteriores e actuais. As entidades para quem se trabalha ou trabalhou antes da eleição. As sociedades das quais façam parte ou tenham feito antes da eleição. Os cargos sociais desempenhados antes e agora. Que habilitações académicas dispõem. Isto tudo serve em conjunto para que os portugueses passem a ter um bocadinho mais confiança nos seus representantes. Confiança técnica, política e ética.

O POLITICAE vai continuar a divulgar o registo de interesses dos deputados eleitos pelos principais partidos (PSD e PS) pelo círculo eleitoral de Coimbra. Publicará 4 registos de interesse por dia. Dois do PSD e dois do PS.

14 comentários:

Anónimo disse...

Seria importante saber quem eram os sócios , por exemplo, do PPCoelho, nas sociedades em que o fosse.
Se calhar, veríamos qual é um dos alicerces do chamado "bloco central" de interesses.

Anónimo disse...

É só notáveis,,,,

Anónimo disse...

Hummm interessante.... será que ser deputado em exclusividade dá assim tão mais dinheiro que compense o acréscimo remuneratório que alguns deputados poderiam ter pelo exercício das suas actividades ptofissionais e/ou empresariais ?
Percebi que alguns ganham mais continuando nas suas profissões e não tendo exclusividade.
Outros há para quem a exclusividade é mais rentável o que nos deixa perceber que cá fora fazem .... pouco!E AINDA DIZEM QUE PARA ALGUNS A POLÍTICA NÃO É A ÚNICA QUE PROPORCIONA ÚM NÍVEL DE VIDA QUE NUNCA CONSEGUIRIAM TRABALHANDO....

Anónimo disse...

ahahahahahahahahaha

Anónimo disse...

Já se percebeu que estes deputados, pelo menos os eleitos por Coimbra, com a excepção da deputada Zita Seabra, nenhum tem verdadeiramente profissão e o que lhes aconteceu foi um tiro de sorte ao serem eleitos deputados.
Uns têm umas empresecas que facturam por fora o necessário para engrossar as suas remunerações, outros não se conhece profissão de facto anterior, deduzindo que nos últimos 10, 15 anos tenham vivido à custa da política e outros ainda tiveram profissão, quiçá há muitos anos atrás, mas encontram-se aposentados, o que, realmente, constitui sempre uam mais valia no parlamento pela longa experiência de vida que têm....

Anónimo disse...

Completandoo que disse acima, imaginem lá os senhores deputados Pereira Coelho, Miguel Almeida, João Moura Portugal a viver dos rendimentos que as suas empresas dão, MAS SEM A POLÍTICA!!!!!

Anónimo disse...

O Horácio com uma Pós-quê? É de rir à gargalhada. Essa Pós-Graduação não obrigava o candidato a ter licenciatura nem bacharelato. Bastava ser ou ter sido autarca. A graduação do Horácio é a da vida mesmo, a da vida de um partido pois ele é professor primário e vive da política há 30 anos.
Já nem saberia entrar numa sala de aulas a ensinar menininhos.

Anónimo disse...

O Horácio com Pós-Graduação? Foi na Universidade Independente? Mas o homem tirou alguma licenciatura ou não?

Deviam era ver as reformas que ess senhor já tem...

Anónimo disse...

Claro que não tem nenhuma licenciatura nem bacharelato. É professor primário dos antigos. 5.ºano e já está, vulgo 9.ºano.
A pós-graduação ´aquele que o Carlos Cidade também tirou mal saiu de chefe de gabinete do Machado, ainda nm licenciado era! Agora já é licenciado em direito, apesar de ser pela Bissaya Barreto pelo menos tem o papel a certificar isso, agora o Horácio...Ah! sabem quem lhes deu aulas na dita Pós-Graduação que tb deve ter sido na bissaya ou na Miguel Torga? O João Silva.... tem piada!
Foi uma Pós-Graduação para autarcas

Anónimo disse...

He He, grande Horácio.

E assim vão os politicos do nosso pais, a tirarem cursos fantasmas.

Anónimo disse...

OH amigo...este curso não foi fantasma. Existiu e qualificou um conjunto de autarcas e pessoas que trabalham em Câmaras Municipais. Acho mesmoq ue terá sido de extrema utilidade.
Agora o que é condenável é que o professor primário Horácio Antunes omita as suas reais habilitações literárias e coloque essa pós-graduação nesse "item" deixando no ar a possibilidade de ser licenciado. É sabido qué, em princípio, só tira pós-graduação quem tem uma qualquer graduação antes: licenciatura ou bacharelato.
Sucede que este foi um caso especial, pois foram aceites ex-autarcas e autarcas. O que é grave é Horário Antunes permitir, omitindo, que o comum dos cidadãos presumisse ter ele uma licenciatura antes. O que Horácio devia colocar é Curso Geral de qualquer coisa, ou seja as suas habilitações literárias e depois a dita pós-graduação com a referência "para autarcas".

Anónimo disse...

Antes de mais gostaria de deixar uma nota ao anónimo de Quarta-feira, 03 Outubro, 2007, que diz com desprezo e desvaloriza a instituição Bissaya Barreto.

Quem dera a esse senhor tão corajoso que se esconde atras de um PC a escrever e não assina mal de um instituto superior que no ano transacto foi considerado o segundo melhor a nivel nacional no que concerne ao pessoal docente e a instalações.

De referir também que o deputado João Portugal é licenciado em Gestão e Administração Pública pelo o ISBB em coimbra e foi colaborador na Camara
Municipal de Coimbra.

É imressionante como é que pessoas tão bem informadas e por vezes até sabem mais do que os próprios não sabiam uma coisa destas.

Se os senhores que perdem tempo a escrever coisas e loisas sobre os outros fizessem algo por todos nós é que era certo, agora escrever sem ter a CORAGEM de dar a cara para falar mal e inventar coisas entao....
Resta-me ainda voltar ao senhor anónimo e dizer-lhe .... quem lhe dera ser como o Prof. Dr. Bissaya Barreto ou então ser um Bissaynha como eu, ou o João Portugal ou mesmo o Cidade.

JS

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Ao covarde anónimo de dia 9 de outubro e que postou em último lugar:

É interessante chamar aos anónimos covardes e depois ser igualmente um covarde anónimo não lhe parece?

Quanto ao mais correcção: Sr deputado João Portugal NUNCA FOI COLABORADOR DA CÂMARA DE COIMBRA.
Foi colaborador da Câmara de Condeixa a pedido do Baptista depois de ter traido a candidatura que ele apoiara a de Teresa Portugal.

Quanto à Bissaya não se ofenda, afinal não fopi dito nada mais do que a percepção popular no mundo do trabalho. Ninguém disse da Bissaya mais nada a não ser que não tem o peso de outras, senão porque os senhores que a frequentam não tiraram os seus cursos na Universidade de Coimbra por exemplo? Tinham pelo menos a grande vantagem de não pagar o que pagam na bissaya. A resposta é tão límpida! Porque não tiveram, nem têm, médias para lá entrar.
Donde... devo aliás dar-lhe uma informação interessante: tenho conhecidos que dão lá aulas e na pública e sei o que me dizem ser o seu grau de exigência.
Olha que o CC ou o JP se pudessem ter tirados os seus cursos na Uni Coimbra, quanto mais não fosse pela vaidade-e olhe que só quem não os conhece- o tinham feito! A única copisa que faltou foi ... PERNAS....