terça-feira, abril 10, 2007

QUANTO SE NÃO QUER VER DEIXA DE VALER A PENA CONTINUAR A EXPLICAR.


OS ÚNICOS VOTOS QUE VALEM E IMPORTAM SÃO OS DOS CIDADÃOS.
Cada vez mais os votos internos e as eleições internas dos partidos se assemelham a "corridas" eleitorais e disputas de votos baseados na mera defesa acérrima de "interesses" pessoais e de grupo que obdecem a lógicas alheias à mera defesa de uma ideia de desenvolvimento e sobretudo de propostas para a defesa do interesse público.
Por serem cada vez mais óbvias as motivações que movem os conhecidos "aparelhistas" nas eleições partidárias internas, e também pelo facto da generalidade dos cidadãos já terem compreendido que aqueles que mais tempo dedicam (ou "perdem") a "controlar" votos internos e a satisfazer pretensões de militantes, são os menospreparados e menos consistentes politicamente, isso faz com que a confiança dos cidadãos nesse tipo de classe política diminua em cada ano que passa.
Esse tipo de políticos "aparelhistas" são, REGRA GERAL, os que menos apostam na sua educação superior e formação e especialização profissional, tornando-se pessoas menos preparadas para o desempenho de importantes funções de Estado.
Evidentemente que o resultado deste status quo se traduz num maior distanciamento entre quem os partidos internamente elegem em cada localidade para os liderar e as pessoas que os cidadãos escolhem para os lugares públicos de relevante interesse nacional.
Querem melhor exemplo que o lider do PS distrital? Vence eleições internas no PS-Coimbra com mais de 60% dos votos, mas na Câmara Municipal de Coimbra teve pouco mais de 22% dos votos dos cidadãos (apesar das sondagens em que se suportou para fazer parar as nomeações dos Governadores Civis de todos os distritos e que lhe davam um "empate técnico").

2 comentários:

Kamandrú disse...

cada homem deve descobrir o seu próprio caminho.

Jean Paul Sartre

Anónimo disse...

A afirmação que VB faz sobre a demora na nomeação dos Gov Civ é a prova da sua inabilidade política. Se fosse verdade, tenho dúvidas, o Henrique Fernandes teria sido segunda escolha. O VB é uma lástima. O VB julga que existe.