quinta-feira, abril 12, 2007

MARQUES MENDES FOI DIRECTOR DE UM DEPARTAMENTO NA UNIVERSIDADE INDEPENDENTE E PROFESSOR CONVIDADO NA UNIVERSIDADE INDEPENDENTE.



Marques Mendes também não revelou em nenhum momento que fora Professor na Universidade Independente e Director de um Departamento naquela instituição de ensino superior.

Luís Marques Mendes, o actual presidente da PSD, foi um dos docentes da Universidade Independente no ano lectivo de 1995/96, precisamente na mesma época em que José Sócrates ali concluiu o curso de Engenharia Civil.

Marques Mendes foi professor convidado, com um "acordo de colaboração" com a Independente, para ali ministrar quatro horas semanais de aulas, além de assegurar a "liderança do Centro de Estudos de Comunicação Política" e integrar a comissão directiva do curso de Ciências da Comunicação.

A lista de docentes e órgãos de direcção pedagógicos da Independente foi publicada no Diário da República, II série, de 26 de Setembro de 1996, Marques Mendes foi convidado pelo estabelecimento dirigido por Luiz Arouca enquanto "antigo ministro com o pelouro da comunicação social, político e deputado".

O ex-deputado social-democrata Álvaro Amaro, actual presidente da Câmara Municipal de Gouveia, também era, na mesma época, professor convidado da Independente. Este dirigente do PSD é há vários anos um dos militantes mais próximos de Marques Mendes.

O elenco de docentes da Independente incluía ainda vários jornalistas, como o fundador do extinto semanário Tempo, Nuno Rocha, o director do Cenjor, Fernando Cascais, e o ex-director-adjunto do Expresso, Joaquim Vieira. CN e PC.

Luis Marques Mendes, lider do PSD também é Presidente da Direcção da Ensino, Investigação e Administração SA, Entidade titular e proprietária da Universidade Atlântica.

21 comentários:

Anónimo disse...

muitas outras figuras públicas ligadas a diferentes grupos profissionais deram aulas na Independente. já consultou o curriculum do Carlos Encarnação, aquando da campanha para as autárquicas de 2001?

Anónimo disse...

só?

Júlia Pinheiro, La Féria, Emidio Rangel, João Jardim, Paulo Catarro (RTP).... entre outros.

Camisa Azul disse...

Mais do mesmo ou os mesmos do costume.
Os políticos do sistema servem-se da nação não servem a nação.

Anónimo disse...

mas MM não foi professor de quatro cadeiras diferentes de uma licenciatura-coisa nunca vista! ainda assim, das duas uma: ou é um supra professor ou então a qualifcação dos alunos deve deixar muito a desejar.

Anónimo disse...

O Marques Mendes com 4 horas de aulas por semana não podia levar ao colo nenhum aluno. agora se fossem 4 cadeiras de uma licenciatura talhada à medida...

Anónimo disse...

Caríssimo:

Se há alguém com um vasto curriculum paera levar gente ao colo e para talhar fatos à medida é Luis Marques Mendes. Ou já se esqueceu das acusações de Isaltino Morais quando era Ministro das Obras Públicas acusando-o de o ter pressionado para meter uns amigos de Marques Mendes nalgumas empresas públicas ?

Anónimo disse...

Finalmente deixe-me dizer-lhe, porque já percebi que é laranja, que Carlos Encarnação também lá deu aulas e esse foi de algumas cadeiras, várias....

Anónimo disse...

Já para não falar de Álvaro Amaro que além de tudo foi professor naquela licenciatura, essa sim talhada à medida, para administrativos saidos do CEFA com 2 anos de curso e que fazendo mais 2 acabavam licenciados. Foi o grande filão da Independente nos anos 90. Era a única universidade que tinha o curso. OS FUNCIONÁRIOS AUTÁRUICOS ADMINISTRATIVOS INSCREVIAM-SE TODOS PORQUE COM MAIS 2 ANITOS APÓS O CEFA (para o cefa bastava ter o 10.º ano mais 2 dava a equivalência ao 12.º) PASSAVAM PARA A CARREIRA TÉCNICA SUPERIOR. E disto não falam ?

Anónimo disse...

tem sido um maná.



afinal "quem não tem culpas que atire a primeira pedra".

Miguel Oliveira disse...

meu caro das 10:51.

diga-me lá se faz favor o nome (aproveite o seu anonimato) de uma pessoa que tendo sido aluno(a) do CEFA que com o 10.º ano tenha ficado com equivalência ao 12.º por ter feito o curso do CEFA de 2 anos.

porque é que mesmo como anónimo não tem tomates e manda uma carta para a judiciária e para o Ministério da Educação? é seu dever e até pela sua formação denunciar as situação que lhe parecem irregulares.

tenho pena de não ter feito a minha licenciatura em "2 ANITOS" mas o se o sr pretender posso-lhe enviar para onde quiser o protocolo assinado por mim representando a minha Associação e a UnI e com o Institudo Superior da Bissaya Barreto de Coimbra e caso prtenda posso ainda facultar-lhe documentos do Ministério da Educação a validar o processo.

o sr anda muito amargo e fala do que não sabe..

Anónimo disse...

A Genuine University Degree in 4-6 weeks.


Have you ever thought that the only thing stopping you from a great job and better pay was a few letters behind you name?
Well now you can get them.


Within 4-6 weeks.
No Study Required.
100% Verifiable.


These are real, genuine degrees that include Bachelors, Masters, MBA and Doctorate Degrees. They are fully verifiable and certified transcripts are also available.


Just call the number below.
You’ll thank me later…


1-682-626-0008
24 hours a day, 7 days a week including Sundays and Holidays



Fri, 13 Apr 2007 22:26:15 -0120Prosperous helmGreat Mars I.

Anónimo disse...

respondendo ao post das 10:47am:

Não tem nada a ver com laranjas ou qualquer outra fruta. tem a ver com o esforço que fiz para me licenciar. percebo do seu post das 10:51 que também não concorda com "esquemas". Então estamos de acordo carago!!!

ZÉ P(a)rvinho disse...

isto tanto faz ser laranja , rosa ou da cor do burro quando foge.

è sempre mais do mesmo e para os mesmos.

veja-se ainda recentemente a noticia dos 17 milho~es de indemnização milionária na pt e edp.

perante isto que interessa o raio de um canudo.só se for para ditrair o ZÉ ( a propósito agora já nem com o Zé se preocupam)

Anónimo disse...

1. O pobre do MMendes foi no truque do SLopes que o empurrou para aquela ferocidade gratuita que o marcou perante o país, para depois lhe tirar o tapete.
2. Para redimensionar o acirramento de alguns comentadores, vale a pena lembrar que as famigerdadas quatro cadeiras eram de temáticas afins e correspondiam a anos diferentes no plano de curso.

Miguel disse...

Não conhecia este blog. Fico cliente e podem ter a certeza que vou adicioná-lo à lista de favoritos no meu blog.

Sobre o artigo, já nada me surpreende!

Anónimo disse...

Marcelo Rebelo de Sousa está preocupada com a idoniedada dos detentores co capital social das Universidades Privadas. Se ele soubesse quem é o presidente do CA da Vasco do Gama, no mínimo, tinha um enfarte do miocárdio....

Anónimo disse...

Ao sr. Oliveira das 11:49 PM:

Quem disse que isso já não foi feito ?

Anónimo disse...

Por fim, o amigo não sabe qual é a minha formação. Não ponho em causa a legalidade desse protocolo, aliás nunca pus. Como ninguém duvida da legalidade e validade do Alvará da SIDES para continuar a ministrar cursos de ensino superior na Uni.
A questão é muito mais profunda que essa caro Miguel. A questão é que durante décadas se facultou a proliferação de centenas de licenciaturas de qualidade duvidosa(apesar de legais e legalizadas pelo dito Minsitério), e de duvidosa consução científica. Foi terreno que deu efectivamente muito dinheiro a alguns empresários, que nalguns casos tb eram políticos.
Gostaria de lhe perguntar a razão pela qual não procurou licenciar-se num estabelecimento de ensino superior público e, já agora, em Coimbra já quepoupava em deslocações e talvez assim pudesse ir a mais aulas.
Já sei: entrou na licenciatura de lingua portuguesa não sei das quantas na faculdade de letras. Ok. Saiu pq? Ah porque entrou mas não gostou do curso. Ok. E não havia em Coimbra nenhum outro curso que o seduzisse e para o qual tivesse média para entrar ? Mesmo na Bissaya Barreto ?

Miguel Oliveira disse...

Caro anónimo da 1:58

tem razão! porque não tirei eu o curso em Coimbra e na UC?

eu digo-lhe: porque não tenho nível e capacidade suficiente.

tenho que reconhecer que sou um individuo muito limitado e que frequentar um curso na UC está acima das minhas capacidades... é a minha maior frustração: não ter estudado em Coimbra e na UC.

por isso caro anónimo porquê preocupar-se com um imbecil que teve que estudar fora de Coimbra, longe de gente tão ilustre e sabedora?

pense nisso!

ps: não se preocupe que nunca serei alguém em coimbra porque serei sempre um "futrica".

Anónimo disse...

Caro postador Miguel:

Ninguém está preocupado consigo ou com alguém em especial, tanto que eu respeito muito algumas universidades privadas que andam muito próximas das melhores escolas de ensino superior público.
Não fique tb aborrecido porque a nossa opinião não é igual à sua.
Mas é legítimo discutir a qualidade duvidosa de um conjunto de Universidade que, mal, foram licenciadas pelo Ministério da Educação. Até por uma questão de respeito para com uma fatia importante do pais que queimou pestanas em Universidades exigentes, públicas e PRIVADAS, e que depois...só são valorizadas de forma diferente nas grandes empresas e grupos económicos porque neste pobre Estado valem exactamente a mesma merda!Veja-se o caso de José Sócrates.
E naturalmente o grau de preparação não é igual. Lamento mas é a minha opinião.

Anónimo disse...

Finalmente estou-me a cagar se você é considerado futrica ou doutor em Coimbra.Isso não tem qq importância para mim. O amigo não será ninguém (palavras suas) porque não controla cabeças de gado no seu partido, por um lado, e porque se afastou dele. É que se há local onde ninguém quer saber da preparação, competência e qualidade é nos partidos locais. Vejam a importân cia que dão ao Professor Pedro Bingre!
Por isso não se vitimize. Ser licenciado pela Uni nesse particular não o prejudica. Por isso é que já nos estamos todos a cagar para os partidos localmente: vide Luis Vilar e outros!