quarta-feira, setembro 13, 2006

"QUALIDADE" É O QUE SE ESPERA DE UM DEPUTADO ? HOJE JÁ SÓ SE LHES PEDE QUE FALEM DE COISAS IMPORTANTES PARA A VIDA DOS PORTUGUESES.


O Sr. Presidente: - Srs. Deputados, vamos passar ao ponto seguinte da ordem do dia, que é a discussão do projecto de lei n.º 150/X - Estatuto Jurídico do Conselho Nacional de Juventude (PS, PSD, PCP, CDS-PP, BE e Os Verdes).Para uma intervenção, tem a palavra o Sr. Deputado João Portugal.

O Sr. João Portugal (PS): - Sr. Presidente, Sr. Ministro dos Assuntos Parlamentares, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Sr.as e Srs. Deputados: Há 20 anos, pouco tempo passava ainda da Revolução e do processo revolucionário em curso (PREC), José Afonso era homenageado um pouco por toda a parte por inúmeras pessoas do mundo das artes, era lançada a primeira pedra do actual edifício da Torre do Tombo, cantava-se ópera de Mozart no São Carlos pela primeira vez com um elenco exclusivamente de portugueses, Portugal abria-se à CEE e criava-se o Conselho Nacional de Juventude, formado por 16 organizações, entre elas a Juventude Socialista.Passaram 20 anos e estamos hoje, aqui, para concretizar aquilo que iniciámos em 1985 com a aprovação .
(...)
Será que 20 anos é tempo demais? Podemos dizer que talvez seja, no entanto, também podemos olhar para o futuro com a confiança necessária num Conselho Nacional de Juventude que todos sabemos ser capaz de estar à altura dos jovens portugueses e dos desafios que a integração europeia nos traz e as novas gerações enfrentam. Prova disso é o facto de todos os partidos representados nesta Câmara terem subscrito o diploma em discussão.
Cabe aos jovens de hoje ultrapassar o pessimismo e o cepticismo que têm progressivamente invadido o espírito de todos os portugueses ( sobretudo filiando-se em juventudes partidárias e dizendo Amen aos chefes. Assim estarão os joven a lutar por um bom tacho, resolvendo mais rapidamente o pessimismo e o cepticismo de que fala o nobel deputado, e lá experiência nessa matéria ele tem. Comentário nosso ).
Enfim...

17 comentários:

Anónimo disse...

afinal o que mudou???
Antes de Abril tambem havia "juventudes" mudam-se os tempos a terminologia mas tudo siegue igual.

Anónimo disse...

João Portugal foi indicado pela JS, queriam que ele falasse do que?Que não respeitasse os temas que dizem respeito aos jovens? Sinceramente, começa-me a enojar um pouco a vossa aversaõ ao Portugal. Já agora o que têm a dizer da Festa de Verão da JS? Mais uma fantuchada como o autocarro das legislativas??

Anónimo disse...

Carissimo amigo:
Lamento informá-lo mas os deputados não são eleitos por temas ou áreas de especialidade. Os deputados da nação são ou devem ser escolhidos pela sua competência, garantindo que, pelas mais-valias de se ser detentor de mais conhecimentos que a média dos restantes portugueses serem uma mais valia para a NAÇÃO.
Donde, concordo com a notícia.
Fui ao site do parlamento. Este pequeno deputado raramente fala e as intervenções que faz são redondas. Sem sumo, sem conteúdo.
Se ele aproveitasse e contribuisse nos debates sobre emprego, saídas profissionais, educação, saúde, justiça, estado da economia....
O que me interessa a mim, que até sou jovem, essa merda de órgão da juventude. Para que serve. Deve ser tão util que anda há 25 anos para ser criado e ainda hoje não existe, tal a sua importância.

Anónimo disse...

Então quer dizer que houver uma gaja, como houve, indicada pelas Mulheres, ela só deve falar das gajas? é isso. E se houver outros indicados pelos sindicados eles só vão com a missão de falar de sindicatos e por aí em diante...
Tenham tino. Vícios do guterrismo dá nestes equivocos.
A nação não está para esses desperdícios. Você sabe quanto todos nós lhe estamos a pagar ? Para falar apenas dessas merdas que não têm qualquer importância na minha melhoria de vida? 4000 euros pá

Anónimo disse...

Não pá(o das 2:23 PM )a festa da juventude em Mira é fixolas porque isso sim é uam forma de contribuir para diminuir o pessimismo dos jovens...pelo menos enquanto a malta cu,bobe esqueça o que o Governo PS está a fazer.... quanto ao autocarro das legislativas, por amor de Deus.... isso é que é uma bela coisa! Isso vale um lugar na Assembleia da República. OH carago, no tempo do Zé Mário e do Paulocas quantos autocarros muito melhores àquelas a JS fez. Quantos foram para o parlamento ? Tem tino!

Eu vi a luz disse...

isto de facto é uma piroseira pegada mas só existe enquanto uns tantos "parolos" eleitores forem alimentando esta situação, dai a necessidade imperiosa de circulos uninominais depois quero ver esta gente quando não houver chapeu de chuva partidário em que tudo vai ao molho.

Anónimo disse...

tantos anti-portugais!!!
Preferiam o Valério ou um dos seus!

Anónimo disse...

Não se trata de preferir o valério ou o Portugal. Nem um nem outro têm experiência e saber para ocupar um lugar na Assembleia da República, mas se quer a minha opinião, acho o Valério mais capaz e competente, isso acho. Mas ambos têm muito, muito mesmo para aprender.

Anónimo disse...

Da leitura percebe-se que este é um blog com individualidades socialistas que só sabem manobrar na sombra...quando se apresentam publicamente são dos que mais se insinuam. Há por aí um grupinho de invejosos, intelectuais de cordel e com etica de bordel, que só sabem fazer de toupeiras...mas sempre com o nariz de fora não vá sobrar uma migalha.
São esses que nunca precisaram da politica e do partido que se vincularam a função publica a custa do cartão e obtêm rendimentos à custa dos contactos politicos...mas ai de quem ponha em causa a sua seriedade.hipocritas.
Os mesmos que se atiram ao João portugal como o fazem ao fausto, e a outros socialistas como se tem lido em comentários e posts, e que a única coisa que esses senhores não reconhecem, porque lhes custa, é que eles têm a aceitação dos seus pares socialistas. de resto trataram da vida como os que agora anonimaente os criticam.

Anónimo disse...

Da leitura percebe-se que este é um blog com individualidades socialistas que só sabem manobrar na sombra...quando se apresentam publicamente são dos que mais se insinuam. Há por aí um grupinho de invejosos, intelectuais de cordel e com etica de bordel, que só sabem fazer de toupeiras...mas sempre com o nariz de fora não vá sobrar uma migalha.
São esses que nunca precisaram da politica e do partido que se vincularam a função publica a custa do cartão e obtêm rendimentos à custa dos contactos politicos...mas ai de quem ponha em causa a sua seriedade.hipocritas.
Os mesmos que se atiram ao João portugal como o fazem ao fausto, e a outros socialistas como se tem lido em comentários e posts, e que a única coisa que esses senhores não reconhecem, porque lhes custa, é que eles têm a aceitação dos seus pares socialistas. de resto trataram da vida como os que agora anonimaente os criticam.

Politicae disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Politicae disse...

Amigo leitor e postador da blogosfera anterior:

O postador/leitor está efectivamente redondamente enganado.
Como já foi amplamente propalado este blog não é administrado por qualquer individualidade, mas tão só por alguns socialistas, por sociais-democratas, por bloquistas e até por personalidades não vinculadas a qualquer partido político.
Na altura própria e quando se entender fechar o blog faremos questão de divulgar os seus autores.
Quem se insinua para ocupar lugares no Estado são, sim, os mesmos de sempre. Aqueles que a sociedade bem conhece e não é preciso ser-se militante, mas apenas cidadão atento, para todos sermos capazes de os identificar de imediato. Fausto Correia nunca exerceu advocacia na vida. Nunca trabalhou por conta própria sem a ajuda da bengala chamada política, converta-se a política na sigla PS ou PSD.
E Horácio Antunes, há quantos anos não sabe o que é dar aulas na escola primária?
E Paulo Pereira Coelho, há quanto tempo não tem de fazer contas ao fim do mês pelo desempenho de uma profissão?
Carlos Encarnação é técnico superior do quadro da Universidade de Coimbra,há quanto tempo não sabe ele o que é ter de cumprir objectivos e ordens de serviço ?
E Henrique Fernandes, há quanto tempo vive na espectativa, sempre que o PS é poder, de mais uma nomeação no aparelho de Estado? E há quantos anos está à espreita, com o nariz de fora, para mais uma nomeaçãozita?
Luis Vilar e Victor Baptista idem aspas aspas, apesar de, verdade seja dita, são os dois que há menos tempos vivem literalmente à custa do PS. Vilar "trabalhou" até 1995 no sindicato dos bancários.Baptista teve actividade privada sem ajuda da política até 1995. Soube, portanto, o que é trabalhar, ao contrários de todos os outros que há mais de 20 anos não sabem verdadeiramente o sinónimo da palavra TRABALHAR.
Ao contrário do sentido da sua sibilina alfinetada, enganou-se no balão.
Aqui, cada um dos administradores trabalha, sempre trabalhou e nenhum deles alguma vez esteve nomeado seja em que cargo fosse.
Quanto às ditas "individualidades" que povoam o seu imaginário, lamentamos mas sem concretizar não é possível alcançarmos mais. Podemos, sim, dizer que todos os quadrantes políticos em Coimbra têm excelentes jovens, qualificados, preparados, com intuição política e capacidade de gestão e que lá vão tendo as suas oportunidades, sem narizes de fora à espreita, fora deste provincianismo mediocre em que se transformaram os partidos deste distrito!

Anónimo disse...

Este blog é da autoria de um senhor que é o braço direito do marinho e de uma senhora que tem funções com assessora numa sub-secretaria de estado.

Como estas duas personalidades não têm espaço de intervenção no PS, aproveitam este blog para no anonimato atacar tudo e todos os que não são da área deles.

Tenham vergonha e assumam a vossa identidade!!!

Politicae disse...

Caro amante da madrugada:

Mais uma vez o(a) postador(a) demonstra aqui a sua pequenez de espírito. Já percebemos todos aqui que há meia dúzia de pessoas do PS e outras tantas do PSD que pôem os nervos em franja aos amigos do Sr. Luis Vilar e aos amigos do Sr. João Portugal e J. Paredes da Figueira da Foz. E foi fácil perceber isso. Basta analisar os comentários e as notícias comentadas.
Pois bem: em relação a estes visados, e porque não temos o dom da adivinhação, não temos a acerteza a quem se refere o(a) comentador(a) porém cumpre-nos deixar um aviso: não temos qualquer procuração para defender quem quer que seja mas pelo nosso ano e tal de existência podemos tentar adivinhar quem vos provoca tanta urticária.
A nós cumpre-nos apenas refutar e lutar pela verdade. As pessoas visadas apesar de algumas delas terem connosco relações de amizade, nunca escreveram uma linha neste blog.
O Sr.Dr. Américo Baptista, amigo do Alexandre leitão, agora tão atacado nos comentários,sequer falou connosco.
A Eliana Pinto, igualmente ciclicamente visada, e com quem dois de nós mantêm relações de amizade, nunca escreveu uma linha.
Por último, dizer-vos que a inveja é um mal que gera stress e está provado que stress é uma doença e é só por isso que ainda nos damos ao trabalho de responder.
Por último, talvez zsseja bom os postadores pensarem que alguns dos visados não precisam de mais espaço político porque tem o espaço e o sucesso que querem na vida profissional e mesmo politicamente nada tem a ganhar em Coimbra. Observem e daqui a uns anos quem sabe, talvez aprendam.

Politicae disse...

Por fim, ainda gostaríamos de encerrar este discussão gostaria de relembrar que "Unfavourable Conditions are Essential for Success", ou seja, para alguém crescer e ser bom, acima da média e ter sucesso é preciso que o seu percurso não tenha sido facilitado cedo demais, por isso se fiz que as condições desfavoráveis são essenciais ao sucesso, porque só assim as pessoas aprendem, crescem e sabem superar todos os obstáculos.
É isso que falta à globalidade dos políticos que não sabem fazer mais nada na vida e é para esses que a nossa sátira se dirige. Sabemos bem que há políticos qualitativamente bons, coerentes, batalhadores e esses admiramos e elogiamos.

Anónimo disse...

mas se houvesse circulos uninominais isto resolvia-se.
Mas o chapeu dá para tudo.

Anónimo disse...

Como é que se lembraram desses nomes se não foram citados?
Gato escondido com o rabo de fora.