quarta-feira, setembro 06, 2006

A INVALIDEZ PARA EFEITOS DE APOSENTAÇÃO.



Há um político da nossa Lusa Atenas, pertencente ao partido mais reformista quanto ao regime da aposentação, que conseguiu aposentar-se com motivo numa tal de aposentação por invalidez presumível??? Seja lá o que isso signifique.
Em bom abono da verdade, aposentou-se no tempo do Governo de Durão Barroso.
A verdade é que há inválidos para trabalhar, mas para fazer política já não. Há inválidos para trabalhar no seu posto de trabalho, mas para ocupar cargos no Estado já não. VERGONHOSO.

QUEM SERÁ O POLÍTICO ?
PODEMOS ADIANTAR QUE ESTE INVÁLIDO PRESUMÍVEL PARA EFEITOS DE TRABALHO NA SUA PROFISSÃO, OCUPA UM CARGO PÚBLICO EM COIMBRA, EXECUTIVO, PORTANTO REMUNERADO, E BEM REMUNERADO, COM DIREITO A VIATURA E TUDO, E NÃO É PARA FAZER TURISMO, E É VEREADOR NA CÂMARA DE COIMBRA.

12 comentários:

O BOBO disse...

È um acto de cidadania denunciar situações que poe a nu a falta de equidade e ética e que definitivamente tem que ser banidas da nossa sociedade, o 25 de Abril deveria trazer mais justiça social e mais igualdade, não foi o que se verificou, antes um despudorado aproveitamento e um "fartar vilanagem" ainda por cima mais reprovável porque feito por muitos que enchem a boca com esses valores para consumo de plateias que julgam continuar a enganar...e o que mais preocupa é que para muitos isto é legitimo e normal.
Que estranho Pais este:......

Anónimo disse...

É absolutamente necessário que o/a autor/a do texto diga que não é o Vilar. Se o não fizer toda a gente fica a pensar que é, o que pode ser uma injustiça...

Anónimo disse...

Pois. É mesmo o Vilar pá.

Anónimo disse...

Será que na base da decisão não estará um parecer técnico do dr. Reis Marques? Agora percebem-se as maluquices do rapaz!

Anónimo disse...

E o inconfundível artista de Coimbra que toca todos os instrumentos Luís Vilar.
*.4

Anónimo disse...

A decisão de aceitar a invalidez do senhor está correcta. O homem é mesmo inválido. O mal está em que o PS não percebe isso.

Anónimo disse...

Anonymous said...
SABIAM POR EXEMPLO QUE HÁ UM JUIZ DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL, INDICADO NA AR PELO PSD E ELEITO PELO PSD QUE NOMEOU PARA SEU PRÓPRIO ASSESSOR O SEU FILHO?

E SE FOSSE UM MINISTRO....O QUE SUCEDERIA???

Sáb Set 09, 12:52:31 AM


Anonymous said...
É O FAMOSO JUIZ DE COIMBRA DO MULTIBANCO ... AH! POIS É!

Sáb Set 09, 12:52:51 AM

Anónimo disse...

O problema do défice seria resolvido se a ignorância e a mediocridade pagasse imposto.

Anónimo disse...

O anónimo das 6.42 é o próprio do sr Vilar? Se não é parece.

Anónimo disse...

Eu posso testemunhar: o Luis Vilar enquanto vereador com pelouro cagava-se todo quando o Machado o chamava à Presidência. No gabinete gritava e mandava coisas pelo ar de raiva, mas depois de entrar na Presidência parecia um gatinhO...MIAUUUUUU

Anónimo disse...

É VERDADE AMIGO DAS 6:42 PM. E TU PODERIAS SER UM GRANDE CONTRIBUINTE, JÁ QUE AGORA DECLARAS CERCA DE 3000 EUROS POR ANO EM 2004, E POR ISSO ÉS UM PEDINTE.
Se a ignorância e a mediocridade pagasse imposto em vez dos rendimentos declarados, tu, Vilar, serias o maior contribuinte.

Anónimo disse...

Vale a pena vir a este blog ridículo como o A. Baptista.
O Vilar pode ser uma grande "merda", mas que vos põe os nervos em franja é verdade.