sexta-feira, julho 07, 2006

D. Afonso Henriques


O “complex” típico português funcionou ontem em pleno na Igreja de Santa Cruz, Panteão Nacional. Desta feita, na total desconsideração da ciência praticada pelos portugueses em Portugal e desrespeito por todos os envolvidos no projecto de pesquisa.

A propósito de franceses importa dizer que por ocasião das invasões a que deram nome, ocuparam e saquearam Coimbra em 1 de Outubro de 1810, depois de terem perdido a Batalha do Buçaco no dia 27 de Setembro. É que o exército anglo-português, comandado por Wellington apesar de ter vencido o exército francês de Massena continuou a retirada para as Linhas de Torres Vedras. Ora, com a retirada das nossas tropas o exército francês entrou em Coimbra no dia 1 e só no dia 7 é que dela foram expulsas pelas Milícias Portuguesas comandadas pelo general inglês Trant.

Quem nos diz a nós que os franceses não tiraram de lá os restos mortais no nosso Fundador? Nas invasões, estes senhores pilharam, saquearam e destruíram casas, celeiros, igrejas, enfim tudo aquilo com que se deparavam. Muitos objectos repousam nos cofres dos museus franceses como resultado do saque e nunca os devolveram. Não chegou altura de os exigir Srª Ministra da Cultura?

A propósito leiam "As Taças da Ira" de Maria Helena Rainha Coelho. Faz bem a toda a gente.

1 comentário:

SERRANO disse...

Por acaso essa ideia também há anos me passou pela cabeça, quando vizitei os túmulos de Pedro e Inês ! ESTÁ NA HORA DE APERTARMOS COM OS FRANCESES !