quinta-feira, junho 08, 2006

Vendidos ao tabaco...

A alteração ao anteprojecto da lei do tabaco é um farsa!

E se é uma farsa porquê aprová-la?

Porque afinal o tabaco não faz mal à saúde de todos!

A excepção, como todos sabemos mas parece que às vezes nos esquecemos, é a saúde das contas públicas!

E só assim se entende este anteprojecto de lei e algumas das soluções brilhantes que o Estado encontrou para nos “obrigar” a deixar de fumar!

A solução prodigiosa passa por proibir o tabaco nos restaurantes e colocar algumas fotografias de gosto duvidoso nos maços de tabaco...

Ora, se o tabaco mata e o governo, através desta lei, tem (terá?) intenção de diminuir o número de fumadores no País, com especial incidência nos jovens que ainda não começaram, porque razão não cria condições para que, de uma forma eficaz, isso aconteça?

Subindo, por exemplo, o preço do tabaco de uma forma obscena, ou simplesmente proibindo-o?

Não!! Se se cometesse essa loucura as pessoas podiam pensar que alguém queria que elas deixassem mesmo de fumar!! E afinal não é isso que se pretende...Pois caso isso acontecesse os cofres do Estados ficariam debilitados!

Assim, limitamo-nos a proibir as pessoas de fumar nos restaurantes! O que, na prática, só vai prejudicar os restaurantes, que terão que fazer obras para criar uma zona de não fumadores.

E colocamos fotos repugnantes nos maços de tabacos! Fotos a que, mais tarde ou mais cedo, todos nos habituaremos. Até os que não fumam!

Qualquer dia, quando estas fotos - a que nos habituaremos com a mesma facilidade dos avisos de morte - não tiverem qualquer efeito sobre nós, teremos que colocar um pedaço de pulmão “queimado” pendurado no maço de tabaco para fazer o povo acreditar que estamos muito empenhados nesta luta anti-tabágica!

O pior é que estas imagens não terão, também, qualquer efeito sobre as crianças que crescem a olhar para elas! Porque quando chegarem à idade de fumar o efeito dissuasor que se pensava que teriam diluiu-se!

Há ainda um outro pormenor que faz sobressair a preocupação económica do Estado na elaboração desta lei. É que, afinal, ao contrário do que estava previsto inicialmente, não se vai proibir as máquinas de venda automática!

Porquê, pergunta o cidadão distraído, se essa é a principal forma de os menores adquirirem tabaco sem qualquer tipo de controlo?!

Resposta do Governo: porque isso poderia causar «graves danos económicos para o sector» - entenda-se para as finanças do Estado!!!!

É pena, mas ao Governo importam mais as finanças públicas que a nossa saúde....Se calhar o princípio é o mesmo que faz com que eu não me possa atrasar um dia no pagamento dos meus impostos, mas o estado me possa deixar 1 ano à espera de uma operação....

Há ainda um pormenor altamente repugnante em tudo isto: "Embalagens de produtos do tabaco, como cigarrilhas e charutos, não terão de adoptar uma advertência visual!"

Porquê?

Alguém me sabe dizer o que fuma 90% dos nossos políticos.......??

4 comentários:

Anónimo disse...

ja agora vamos proibir os blogs e outras formas de expressão...o fundamentalismo nas posições é sempre mau conselheiro..

Camisa Azul disse...

Alguns não fumam só tabaco, a avaliar pelas propostas.

Anónimo disse...

http://futrika.blogspot.com/

artur correa disse...

Era tão bom que cada um pudesse escolher o que quer. Até agora os não-fumadores (em Portugal) não têm tido escolha. É engolirem o fumo dos outros ou não irem a restaurantes. Quanto aos locais de trabalho a situação é mais séria.
Fala-se tanto em remédios para deixar de fumar (não se fala em "olha ! comecei a fumar! ai sim? que bom!)- isto quererá dizer alguma coisa. A mim até ao ar livre o fumo incomoda , mas luto contra isso com a minha maneira defensiva de respiração. Quem me dera de ter dinheiro para abrir um restaurante! Mostrava a todos os que têm estes estabelecimentos que estão altamente errados se proibirem fumar. Até lá só posso dar a minha ajuda nesta divulgação: http://no-smokezone.planetaclix.pt