terça-feira, setembro 06, 2005

PROPOSTA DE BAPTISTA É POUCO AMBICIOSA


ENCARNAÇÃO CRIOU COM O "DOLCE VITA" 400 POSTOS DE TRABALHO E COM O PRÓXIMO "FORUM" VAI CRIAR OUTROS 450 POSTOS DE TRABALHO
TUDO NUM ANO SÓ, 200 POSTOS DE TRABALHO CRIADOS COM OS DOIS RETAILS-PARQUES
Proposta de Victor Baptista é pouco ambiciosa. Carlos Encarnação criou condições objectivas, que Machado recusou anos antes, para proporcionar num só ano a criação de cerca de 1050 postos de trabalho directos. Tudo com a abertura do "DOLCE VITA", "Forum", "Retail-Parque de Eiras" e com o "Retail-Parque de Taveiro" que Luis Vilar criticou.
Baptista opta pelo caminho, aparentemente mais aliciante: dar €4000 aos interessados, qual rendimento mínimo garantido. E quem lhe garante que dessa forma as potenciais empresas consigam erguer-se, com apenas €4000, e subsistir no mercado por 4 anos e com criação de postos de trabalho. Isso será a lei de mercado que irá dizer! E quem lhe garante que os potenciais "empresários" gerem bem esse apoio municipal ?
Finalmente, não é assim, Dr. Victor Baptista, que se cria emprego num concelho como Coimbra. O candidato Socialista continua a pensar pequenino. Coimbra tem é de apostar na excelência para subsistir no mercado, na alta-tecnologia, na indústria de ponta não poluente.

24 comentários:

Anónimo disse...

Sem querer comentar.
Apenas repôr a verdade.
Retail-Park em Taveiro, deliberado pelo executivo de M. Machado;
Forum em Santa Clara, deliberado pelo executivo de M. Machado;
Retail-Park em Eiras, processo iniciado pelo executivo de M. Machado.

Também é verdade que não foi vendido espaço público aos Amorins, nem a dignidade das pessoas que estavam na Câmara Municipal dirigida por M. Machado, na defesa do interesse colectivo.

Uma coisa é fazer-se outra coisa é inaugurar. Sempre há diferenças na forma de estar na politica.

Anónimo disse...

A PRIMEIRA AFIRMAÇÃO É CORRECTA:
Forum em Santa Clara, deliberado pelo executivo de M. Machado;
Retail-Park em Eiras, processo iniciado pelo executivo de M. Machado É MENTIRA. OBRA DE PINA PRATA.
JÁ AGORA NÃO ERA O BATISTA QUE CRITICAVA MANUEL MACHADO?

Anónimo disse...

Caro antecessor eu não disse que a obra era de quem ou deixava de ser.
O que eu disse é que o processo foi iniciado pelo executivo de M. Machado. E isso é verdade.
O Batista criticou, mas agora tem que se agarrar ao que ele deixou para o Encarnação brilhar.
É a vida.
O tempo irá fazer justiça.

Anónimo disse...

Mais um pormenor e atenção com todo o respeito pelo Engº Pina Prata, há uma curiosidade, ele sempre se absteve de votar favoravelmente, àreas comerciais daquela natureza, no executivo municipal do qual é Vice-Presidente.

Anónimo disse...

Para além de querer usurpar funções do governo central, que dirá a Seg Social e o IEFP?

Anónimo disse...

És tão esperto...

E quantas pessoas na Baixa e em outros locais é que perderam o emprego???

Anónimo disse...

no mandato de encarnação? poucos, mas isso são contingências nacionais e internacionais. Agoar nos longos 12 anos de machado várias centenas perderam emprego de facto

Anónimo disse...

Esse ultimo gajo é uma besta. No mandatos anteriores é que se perderam empregos? Está a gozar? E neste criaram-se? Então como é que o desemprego quase duplicou no concelho? É o INE que falsifica a favor do Baptista...

Anónimo disse...

Coitado ja nao se lembra das afirmaçoes do encarnaçao segundo o qual com ele nao haveria despedimentos em coimbra e seguramente ja esqueceu os despedidos de varias fabricas de falencia oportuna em manifestaçao na 8 de maio, memoria selectiva ou falta de idade para votar? Pina prata nao votou favoravelmente porque afinal defenderia os interesses dos comerciantes de coimbra na acic, neste caso silencio é concordancia criminosa.Empregos criados por encarnaçao a servir bicas e sandes no shoping? isso é que chamo de tecnologia de ponta (o empregado pode sempre ter tesao).
A verdade é indisfarçavel, o rei vai nu, a cidade foi palco de um mandato de cosmetica e fachada, guerras de flores e presunçao, de comédias que a nao serem reais já seriam tragicas, deu para tudo e tudo foi permitido num deixa andar despudorado, e mais grave, com silencios cumplices disfarçados com bravatas de encher o olho ao pacovio.
Está a chegar o momento da verdade da ultima mentira dos poderes instalados mas caidos em descredito, do outro lado a mancha nao é menor
Indesculpavel o discurso chantagista e demagogico de batista em que nem o proprio acredita, desesperado brinca com o sofrimento dos outros, no emprego como nos incendios, num vale tudo que só deveria envergonhar os socialistas.Sabe que está só, mas nao sabe estar só, cavou uma sepultura cuja fundura só se compara à ambiçao e truculencia pessoal, levarei uma rosa quando soar o seu requiem.

Anónimo disse...

Não há dúvida que este blog está ao serviço do Encarnação.

Afirmar que o Retail Park de Taveiro é obra do Encarnação, ou que o de Eiras é ideia do Pina Prata é uma mentira descarada.

No que diz respeito a empresas e postos de trabalho (tirando o aumento dos assessores na câmara), este é um mandato vergonhoso.

Deixo alguns conselhos aos autores do blog:
- Para fazer campanha por um determinado partido ou candidato não é necessário mentir, isso, é fazer campanha pela negativa e como se tem visto ultimamente os eleitores começam a fartar-se.
- Se mentem por desconhecimento não têm desculpa, basta ir ao site da câmara, ler as actas e olhar para as datas. O Encarnação e o Prata limitaram-se a inaugurar essas obras, e a atrasar outras para poder falar delas mais próximo das eleições, veja-se o exemplo do parque empresarial de Eiras.
- Que tal repor a verdade e assumir definitivamente que estão a fazer campanha pelo Encarnação e que estão a combater o Baptista. Tal atitude, vinha clarificar a vossa linha editorial e permitia a quem vos lê, filtrar a vossa escrita enviusada, própria de quem tem outros interesses para além da discussão “intelectualmente honesta”, como é referido no título do blog

Anónimo disse...

O Machado esteve na Câmara 12 ANOS e o que é que fez?
Pelos vistos, iniciou, iniciou, iniciou projectos mas NÃO CONCLUIU NENHUM.
Mérito de Encarnação que os tornou realidade, como fez com a Circular Externa (que já vinha do tempo do eng.º Moreira, há 20 anos).
Como fez piscinas que Coimbra já não via há 30 anos!
Como fez um estádio relvado que Coimbra já não tinha há 40 anos!
E ainda teve de arranjar dinheiro para o estádio que o Machado deixou no papel... (outro processo iniciado no tempo socialista, ahahahahah!)
Nós temos memória!

Anónimo disse...

Sim, porque antes o estádio não tinha relva. As obras já estavam a decorrer quando o Encarnação entrou para a câmara. Aliás, falando de estádio. O Encarnação o que fez foi arranjar um amigo a ganhar cerca de 900 contos por mês para acompanhar a obra. Agora vais dizer que não foi o Machado que fez grande parte da circular externa. Quando o Encarnação entrou faltava asfaltar o troço que vai das oficinas citroen até à avenida Elísio de Moura. Queres que te manda um mapa da cidade?

Anónimo disse...

E já agora que tal mandarem as contas do estadio encomendado pelo freitas à bascol em taveiro? e já agora que tal dizerem qual é a sua utilizaçao, ou ha obras que nao vos orgulham? E que tal pensar que antigamente as piscinas da solum possuiam quatro modulos para todas as idades e capacidades e hoje as correspondentes se dirigem só a "especialistas", quem ganhou com isso? Continuando a meter agua que tal explicar porque existe nas piscinas de celas um quadro com 6 tecnicos e nas recentemente inauguradas de eiras o quadro tem 26 tecnicos, já sei, estao dentro da cidade e sao muito mais frequentadas (desempregados da fabrica da cerveja, da fabrica triunfo, da refleta, das ceramicas)? Estou esmagado pela grandiosidade da obra do team encarnaçao. Força malta com interesses.

Anónimo disse...

VAMOS VER SE NOS ENTENDEMOS:
Se quisermos discutir abertamente os problemas da cidade, não sejamos facciosos. Encarnação não é nem pode ser responsável pela quase duplicação dos níveis de desemprego, porquanto essa é um problema nacional e internacional. É o preço do barril do petrólio que vai decidir o futuro das economias nacionais e locais.Fugir desta verdade é ser demamogo.
As câmaras podem ter alguma intervenção? Podem, à sua escala podem. E Encarnação fê-lo. Podemos estar a falar de emprego a servir cafés, a cobrar bilhetes de cinema ou a vender roupa. Mas são postos de trabalho. O que estariam a fazer essas pessoas? Nada. É melhor terem €500 em casa todos os meses do que não terem nada. Fez alguma coisa. Não nos esquecemos que o projecto do grupo amorim, para o Forum e para a praça herois do ultramar foi recusado por Manuel Machado.
Já agora não é dispiciendo lembrar que Encarnação é poder há 4 anos.
Quanto ao PS e a Vitor Batista:
Pode dizer o que lhe vier à cabeça, eu conheço-o do tempo em que era funcionário na autarquia. Não tem Curriculum nem capacidade para me convencer que sabe fazer mais e melhor. Nem me convence que tem capacidade intelectual e política para criar, inovar e inventar soluções para a Cidade que obrigam a um tino político que não lhe reconheço e a uma sabedoria que não tem.

LIZ disse...

Os empregos nos Centros Comerciais são, por norma, precários e mal pagos. É este o modelo de desenvolvimento social que se pretende para Coimbra ou outro lugar qualquer?

Anónimo disse...

Caro Liz:
Estamos de acordo e ninguém disse, nem Encarnação, que este é o tipo de postos de trabalho que pretende para a cidade. Agora vamos discutir com honestidade intelectual:
Para criar emprego numa cidade como Coimbra, sem destruir o que ela tem de melhor: qualidade de vida e ser uma cidade de serviços ( com as desvantagens disso, mas tb com as grandes vantagens disso )é preciso ter vários imput do Governo e também compreender o perído dificil da economia mundial.
Que emprego para Coimbra? Os meus amigos acham mal empregos de tirar cafés...OK. Querem então operários, indústria pesada ou fábricas de ciementos? É que esses postos de trabalho também são mal pagos com a enorme desvantagem de destruirem a cidade e o concelho como esta qualidade de vida.
Então estamos todos de acordo que o emprego que desejamos é de alta tecnologia. Empresas de serviços de graandes exigências técnicas, ou seja, emprego para grandes quadros.
E é Batista que o vai conseguir oferecendo ou ajudando com €4000.
Por favor!
Encaração tb ainda não o conseguiu. É verdade. Mas no entretanto criou 1050 postos de trabalho directos para uma fatia da população que também não teria acesso aos empregos de alta tecnologia e que de outro modo estaria em casa no desemprego. Não é este tipo de emprego que Batista propõe, com a agravante do emprego de batista é muito mais precário. Passa por pequeninas empresas familiares que não acreito que subsistam 4 anos.
Portanto, sejamos honestos.

Anónimo disse...

O Batista teve mais sorte em Coimbra q o Duarte Silva na Figueira porque o Amorim chupa o dinheiro na Figueira para o ir aplicar em Coimbra.

E a Figueira a vê-los passar...

É uma vergonha estarem aqui sem fazerem nada pela terra só o LAS VEGAS duvidoso e mais nada de jeito. Fora com eles...

Anónimo disse...

Sou figueirense e tb concordo, em parte, com certos aspectos que aqui são focados pelo post das 10:37.

O Casino da Figueira NÃO tem ajudado a Figueira a evoluir no que a estruturas inovadoras e de enriquecimento da terra diz respeito.

Não estou por dentro das cláusulas referentes às contrapartidas do jogo, e pelo que me parece o seu cumprimento não deverá estar a ser cumprido a 100%, pelo que sei sempre foi assim.

No entanto e fora desta cláusula o Casino só ganharia em trazer para a Figueira unidades que pudessem trazer gente a esta terra o que seria bom para todos, Casino e figueirenses.

Mas não, não fazem absolutamente nada pela terra.
Limitaram-se a embelezar!?(Não acho) o Casino com as recentes obras. Importam-se em sacar o dinheirito aos jogadores. Quanto á Figueira não lhes interessa ser membros activos nesta terra fazerem alguma coisa por ela, isso vêm fazer fora noutras terras. Assim é que é!

Ficaram para sempre lembrados por aquilo que verdadeiramente são e que aqui não vou dizer.

Gente assim não interessa à Figueira da Foz, servem-se da terra , colhem e depois vão plantar para outros sítios.

Figueirense disse...

Subscrevo as declarações do comentarista anterior, acrescentando que prece má sina da Figueira servirem-se dela sem contrapartidas que se vejam. Não foi isso que fez o Santana Lopes?

Anónimo disse...

TÊM SIDO TODOS A FAZER O MESMO.

A TERRA É LINDA POR NATUREZA, MAS NÂO TEM SORTE COM OS DESGRAÇADOS PADRINHOS...

Anónimo disse...

Estava aqui a ler as queixas dos meus conterrânios e olhem q eles até têm razão. O Amorim e Cia. Lda. deviam fazer alguma coisa pela cidade, a cidade até tem potencialidades mas ninguêm se interessa em fazer nada de jeito. Ora se estes senhores ganham balúrdios na sala de jogo, e se é na Figueira da Foz que isso acontece, porque é que não colaboram mais com a cidade e apostam em ajudar esta a desenvolver-se? A cidade agradecia e eles tb ganhavam com isso, Mas não é só o Casino e o jogo, que não são para os de cá é para a malta de fora.

Abram os olhos figueirenses e comecem e "botar" cá para fora a vossa indignação.

Bem-vindos ao começo da "pasmaceira" na Figueira da Foz, foi-se embora o Verão, agora fica a aldeiazita completamente morta, e ninguém faz nada para mudar este grave problema...

Anónimo disse...

Aí é que está o busilis!
Muita gente no Verão, muita animação, a cidade cobre-se de vida e eis que chega Setembro e pior ainda Outubro, Novembro e por aí fora, não se vê viva alma, um marasmo que só visto!
Veio o Santana dizia que acabava com isso e foi o q se viu. E todos sem excepção têm sido incapazes de mudar a situação.
Não está nada mal lembrado não senhor q os senhores Amorins se interessem mais pela Figueira e ajudem a cidade a dar um salto qualitativo, acho até q seria um dever uma vez que é na Figueira que fazem lucros chorudos...

LIZ disse...

Os Amorins não dão nada a ninguém se não forem obrigados! Aquela malta não tem terra nem afectos.

Carapau disse...

São estas raposas que têm pululado na Figueira... Caçam tudo o q há para caçar e depois metem-se na toca sem se importarem com oresto...

Mas o que é q o Casino só por si, interessa à Figueira???

Quando trazem cá bons espectáculos o preço é proibitivo para a maioria dos bolsos. O jogo tb não nos interessa, cinema já não há.

Estou farto destes predadores que se servem sem honrar a terra e depois vão aplicar o capital para outras paragens, fora com esta gente...