sexta-feira, abril 21, 2006

Líder da Concelhia do PS desafiado a demitir-se


Luís Marinho, candidato à presidência da Federação Distrital de Coimbra do PS, desafiou, ontem, o presidente da Concelhia socialista, Luís Vilar, a demitir-se.
Em causa está o facto deste dirigente partidário, também vereador da Câmara de Coimbra, ter sido constituído arguido no âmbito de um inquérito, desencadeado pelo Ministério Público, para averiguar indícios da prática dos crimes de corrupção e tráfico de influências.
O candidato à Distrital socialista, que não conta com o apoio de Vilar, não demorou a reagir à notícia do semanário "Campeão das Províncias", que, ontem, envolveu o líder concelhio do PS naquele processo. "Estou simplesmente chocado com a notícia. Defendo que [Vilar] devia retirar-se ou mesmo demitir-se da presidência da Concelhia enquanto estiver a decorrer este processo", defendeu Luís Marinho, em conferência de Imprensa, convocada com carácter de urgência.
Ao JN, Vilar aconselhou aquele ex-eurodeputado a "ter cuidado com aquilo que diz". "Tanto mais que foram muitos os telefonemas de solidariedade que recebi, desde militantes de base a altos dirigentes partidários, deputados e autarcas, mesmo de outros partidos", contou. O vereador observou também que, "sendo Luís Marinho licenciado em Direito, não deve desconhecer o princípio da inocência".
Sobre o inquérito em que é arguido, Vilar recusou-se a prestar declarações, invocando o segredo de justiça. Mas afirmou-se de "consciência completamente tranquila", garantindo "total disponibilidade para esclarecer" questões relacionadas com a investigação da Polícia Judiciária.Em causa estão os contornos de negócios que terão envolvido empresas de que Luís Vilar foi colaborador.
Um deles terá sido a venda do antigo edifício dos CTT, na Avenida Fernão de Magalhães. O imóvel foi comprado por uma empresa que o vendeu horas depois, lucrando milhões.Para Vítor Baptista, o outro candidato à Distrital do PS, é "estranho que a notícia [do referido semanário] tenha saído dois dias antes do acto eleitoral. Mas quem é o candidato do PS sou eu".
aqui

5 comentários:

migoliveira disse...

começou a dança: Vilar e José Simões arguidos em processos distintos (se calhar até relacionados) devido a negociatas envolvendo o imobiliário...

mas haverá seguramente mais. gente do PS e do PSD todos eles na mesma mesa.

Na A1 deveriam mudar a placa da cidade.

SATANÁS disse...

...mudá-la? Como?
Nome alterado? Local?

Diga-ma lá MIGOLIVEIRA !?...

Anónimo disse...

Sempre foste um grande burro Miguel Oliveira.

Anónimo disse...

burros são so que brincam com a Democracia e julgando estar acima da Lei deixam de ter pudor e cuidado e se deixam apanhar nas malhas da justiça. Gandas burros esses.

Anónimo disse...

Burro sempre foste tu.....é ver as tuas prestações no ensino superior ne?