quinta-feira, abril 27, 2006

FORÇA ZÉ...

José Alberto Pereira Coelho tornou-se o segundo candidato às eleições directas para líder do PSD, depois de ter formalizado a sua candidatura na sede do partido poucos minutos antes do prazo limite.
José Alberto Pereira Coelho, que se auto-intitula como «um militante de base de Coimbra», chegou à sede do PSD, em Lisboa, às 18:45, 15 minutos antes do prazo limite para entrega das candidaturas às primeiras «directas» do partido e pouco mais de uma hora depois do actual líder, Luís Marques Mendes, ter formalizado a sua recandidatura.
Mais de uma hora e meia depois, saiu do edifício e anunciou aos jornalistas que é candidato. «Candidato-me para ganhar», afirmou.
«Sou candidato à liderança mesmo num quadro desigual, porque não tivemos acesso à listagem de militantes», salientou, lembrando que sempre se bateu pela eleição directa do presidente do partido. Uma candidatura que, acrescentou, é também uma resposta à «ausência de muitos».
Questionado sobre porque razão demorou tanto tempo a entregar o processo de candidatura e a moção de estratégia global, José Alberto Pereira Coelho disse que isso se deveu «a questões menores», sem especificar o que se passou, e a ter estado «em amena cavaqueira» com pessoas que não via há muito tempo.
José Alberto Pereira Coelho adiantou ainda que apresentou «bem mais» do que as 1.500 assinaturas necessárias à formalização da sua candidatura.
«Não sei se está A ou B. Os militantes é que têm a palavra no dia 5 de Maio», referiu, salientando que o facto de existirem duas candidaturas às primeiras «directas» do PSD irá dignificar o partido.
De acordo com o regulamento da eleição directa do presidente da comissã o política nacional, cabe agora ao Conselho de Jurisdição Nacional aferir a regularidade da candidatura.
As «directas» irão decorrer dentro de uma semana e meia, a 5 de Maio, e poderão votar cerca de 55.000 militantes do PSD, menos de metade dos 120 mil inscritos no partido.

5 comentários:

Anónimo disse...

CARTA ABERTA

SRS PRESIDENTE DE CÂMARA
SR PROVEDOR DO AMBIENTE
SRS VEREADORES DAS LICENÇAS DE RECLAMES E AMBIENTE
Nestes dias temos verificado aproliferação de centenas de anúncios pela
cidade.
São centenas de bandeiras do Carrefour nos postes da electricidade, são as
dcentenas de bandeirinhas do Forum no meio das rotundas, são dezenas de telas
e cartazes da queima das fitas e de empresas comerciais que plantaram por toda
a cidade , incluindo a Fernão de Magalhães e o Choupalinho.
Ultimanente a cidade até estava bem ordenada nesse sentido, longe do caos de
antigamente. agora, voltou tudo a estar sem rei nem roque.
Isto é legal, a câmara ganha alguma coisa com isto? Ainda não viram que tanta
bagunça provoca problemas de segurança rodoviária e é inestético?

Agradeço resposta
AMS

Anónimo disse...

Vamos todos participar, no dia 7 de Maio, pelas 10h30m, junto da Torre do Relógio, na Caminhada contra o encerramento da Maternidade do H.D.F.F.
Abraçemos esta causa!

P.S. - Tragam uma peça de roupa branca

Anónimo disse...

os senhores comentadores do blog estão muito calados.... nomeadamente os próprios administradores deste blog...
porque será?
será pela derrota do LUIS MARINHO????
ohohohoh

Anónimo disse...

CARO LEITOR APRESSADO:

Aqui ninguém está calado, como pode ver pelos dias dos post.
Luis Marinho perdeu ? Os adversários de Valentim Loureiro, Fátima Felgueiras também. E depois ? Os tradicionais votantes do PS são pessoas que, ao contrário de décadas anteriores, são frágeis, pouco sólidos nno seu pensamento. Mudam à primeira oferta ou promessa. Tem dúvidas de que se Marinho tivesse vencido as directas e sido eleito Presidente da Federação, mesmo não tendo listas em todos os concelhos, tem dúvida que todos os delegados eleitos pelo Baptista se mudariam ao primeiro estalar de dedos ?
Não duvide.
Por isso se acreditam menos nos partidos, na sua democracia interna.
O que eu vou querer saber é se o Governador Civil vai cumprir mesmo o que sugeriu em Montemor e o Mário Ruivo e Pedro Coimbra tb?
Estaremos atentos. Sabemos as promessas feitas. O aparelho de Estado não será usado para alimentar "senhores" e casas senhoriais.

Anónimo disse...

Será que no PS nunca houve assinaturas falsas? Como é que esta gente se tem aguentado?