domingo, setembro 04, 2005

Fala quem sabe?!?!?!?!?!



In PUBLICO de 3 de Setembro de 2005


De Realçar o Primeiro Parágrafo do artigo...

3 comentários:

Basta! disse...

Ena o que para aqui vai!?
Soares falou contra a América e Bush - fez bem! A invasão do Iraque foi uma calamidade, covarde e omisso é quem não vê a desgraça que está naquele país, e os países não se invadem para instaurar democracias, os próprios nacionais é q se acharem o devem fazer...

Soares vai perder??? futurologia???
Quando foi com o Freitas do Amaral tb ia perder e foi o q se viu!

Qualquer candidato que o PS escolhesse é óbvio que não iria dizer mal do governo poderia eventualmente dar algumas opiniões agora dizer mal, assim como Cavaco não o faria se fôsse o PSD q estivesse a governar!

Quanto às autárquicas já admito mais, algumas derrotas anunciadas, em virtude de más escolhas do PS.

Vamos esperar para ver!

Vitor Manuel disse...

Condenar a invasão do Iraque é missão de todo aquele que não quer que aconteça o mesmo no seu país.
Ganhe quem ganhar Portugal é que fica a perder.

sargento_pimenta disse...

A posição do sr. Soares é a que menos importa.
Esse sr., só defende o que lhe dá vantagens. Defendeu os EUA quando necessitava de ajuda económica para pagar os assaltos da esquerda pós 25 de Abril.Nessa altura os EUA deveriam ser defendidos contra tudo e todos. Hoje é anti americano.

Defendeu a entrega das ex colónias a todo o custo. O preço foi bem alto, custou, assim como continua a custar, milhares de vidas. Mas é contra a guerra, apesar de não ficarem esclarecidas as viagens ao interior de Angola. Onde o seu filho teve um desastre de avião. Falou-se em tráfico, sendo acusado por um ministro angolano, mas a coisa nunca deu em nada.
As suas ligações à UNITA (movimento angolano que era apoiado pelos americanos)eram muito claras e evidentes. Mas qual o seu interesse nisto?
Mas muitos mais mistérios tem o sr. Soares.

Se os eleitores forem mais esclarecidos, a derrota de Mário Soares é clara.
Derrota socialista, que somará à das autárquicas e abanará o governo de Sócrates.

A não ser que...
Mas por agora fico por aqui.